Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Apesar do Bahia, eu ainda acredito no Bahêa

Apesar do Bahia, eu ainda acredito no Bahêa




Nos últimos dias, o Tricolor passou por uma sacudida, enfim MS acordou e demitiu SS, efetivando Charles, por mais que tente, não consigo achar uma justificativa para tanta demora, tanto mais porque os próprios jogadores admitiam jogo após jogo que tinham jogado mal, que o time não tinha ido bem, que era necessário trabalhar, etc. Ademais, uma fala mal colocada por MS foi motivo para que a imprensa baiana, como qualquer outra adora uma polêmica, criasse o maior fuzuê espalhando aos quatro cantos que o Bahia não se importava com a subida.

Mas, vamos ao que interessa, o Bahia tem pela frente 8 jogos, 4 fora e 4 em casa. Este post vai apresentar uma análise dos números de cada adversário e os motivos que me levam a acreditar na subida.

Final 1- Oeste em Osasco, sem dúvida, campo neutro. O Oeste está com 38 pontos em 14o lugar, chance remota de subir e baixa de cair, ou seja, está cumprindo tabela. No primeiro turno, ganhamos de 1x0. Nestas circunstâncias, o Bahia é favorito e deve ganhar. 3 pontos para nossa caixa.

Final 2- Criciúma na Fonte. O Tigre está em 15 o lugar com 36 pontos, situação similar à do Oeste. Historicamente, nunca foi um adversário fácil para o Esquadrão, mesmo quando ganhamos, são jogos apertados, até em SSA. Entretanto, o Criciúma está em queda livre, perdeu seu principal jogador, Lucca, para o Corinthians, e recentemente demitiu Pet.No primeiro turno, perdemos de 2x1. Mais um jogo que, pelo menos na teoria, o Bahêa deve brocar. Mais 3 pontos para nossa campanha.

Final 3- Botafogo no Engenhão, Nilton Santos. Jogo contra o líder, lutando pelo título e pelo acesso antecipado. Historicamente, o Bahia se dá bem contra o time da estrela solitária, mas desta vez, eles são francos favoritos, devemos perder. No primeiro turno, 1x1 na Fonte. 0 ponto.

Final 4 – A Cobra Coral na Fonte. Esta é a final das finais, hoje temos a mesma pontuação do Santa, na época do jogo, estimo que estaremos um ponto na frente (faremos 6, e eles 5, empates contra o Timbu e Dragão, e triunfo contra o Tigre), na pior das hipóteses, eles estarão um ponto na nossa frente, não acredito que eles ganhem as três. De qualquer forma, este jogo é muito complicado, pois o Bahia vem se enrolando seguidamente nos jogos contra os adversários diretos, mesmo em casa. Este jogo me traz boas lembranças, o 5x0 em 1981, desta vez só precisamos de 1x0, o ideal é vingar os 3x1 que tomamos (lá ele) no primeiro turno. Se queremos subir, tem de ser mais 3 pontos para nossa caixa.

Final 5 – O Alfabeto em casa. Atualmente, o ABC está 10 pontos abaixo do 16 o colocado, enterrado e morto na zona de rebaixamento, deverá permanecer assim até o final do campeonato. No primeiro turno, metemos 3x0 lá nas dunas. Sem muita delongas, mais 3 pontos para nosso Tricolor.

Final 6- O Boa em Ipatinga. Na boa, os caras já estarão na Série C quando nos enfrentarão, só uma mala branca para animar a rapaziada. Goleamos por 4x1 no primeiro turno, nem é necessário repetir, 1x0 já serve. Sei não, mas arrisco a dizer que são mais 3 pontos na tabela.

Final 7- Timbu na Veneza brasileira. O Naútico estava morto, mas ressuscitou e voltou à luta pelo acesso. Apesar do bom retrospecto Tricolor, este jogo está mais para derrota. No primeiro turno, escapamos de perder na Fonte, 1x1. 0 ponto na tabela.

Final 8- Dragão em SSA. Mais um time cumprindo tabela, triunfo obrigatório. O jogo do primeiro turno, 1x1 no Serra Dourada, deveria ter marcado a demissão de SS, mas são águas passadas. Mais 3 pontos.

São 18 pontos passíveis de serem conquistados, sendo que o os 3 primeiros são os mais importantes, pois marcarão a mudança no ânimo e espírito do time. Mesmo tropeçando em um dos 6 jogos, faremos 16 pontos, pontuação que entendo necessária para subir.

Por sua vez, o Santa deve fazer 14 pontos, tendendo a 16, ou seja, temos chance de ultrapassá-los, mas se ambos fizerem 16 ,dançamos, o mesmo acontecerá se não brocarmos a Cobra Coral na Fonte.

Já o Papão deverá ter uma tabela bem tranqüila, só dois jogos duros contra a Bolívia e o Coelho fora, o resto é time já rebaixado ou de férias. Se der tudo certo para eles, deverão fazer 18 pontos ou 16. Ou seja, candidato seríssimo para a quarta vaga, olhem a incompetência de SS nos atrapalhando.

O Timbu tem de longe a tabela mais complicada, pega Santa, Bota e Vice na sequência, devendo fazer 2 pontos nestes jogos.Depois, a vida melhora um pouco, estimo que façam 15 pontos no total, insuficiente para nos ultrapassar.
Finalizando, chance temos, mas não podemos vacilar, precisamos brocar no mínimo 5 dos 8 jogos que faltam, uma invencibilidade de 8 jogos seria bem vinda. O que preocupa é que até o momento, não apresentamos futebol para tanto, mas o Bahêa, apesar do Bahia, é capaz de façanhas incríveis, como o 5x0 no Santinha, o título baiano de 94, o Brasileirão de 88, e outras menos famosas. Um passo de cada vez, que venha o Oeste que ficará sem norte no próximo sábado. BBMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.