Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Detalhes que fazem a diferença

Detalhes que fazem a diferença




Sempre escrevi aqui que além do bom futebol e da gana de ganhar, três detalhes podem fazer a diferença a favor de um time vencedor:

  1. Um jogador que chame a responsabilidade – mesmo com a infantilidade indesculpável no BaVice, entendo que Kieza vem aos poucos assumindo este papel, tem sido decisivos nos últimos jogos sempre deixando o seu. Espero que tenha aprendido que a maior homenagem que ele pode fazer a torcida, e não a uma parte dela, é brocar, é isto que todos esperam dele.
  2. A torcida ao seu lado – escrevo antes de Bahia x Criciúma, mas as manifestações no embarque e desembarque do jogo contra o Oeste mostram que a simples alteração de SS por Charles já reascendeu a chama da torcida, agora vai ser difícil segurar.
  3. Um torcedor em campo – com a frustrada tentativa de Ávine em reassumir a lateral esquerda do Bahia, sempre achei que Raylan faria este papel, mas por enquanto a química não rolou, e a torcida ainda não se identificou com o mesmo, some-se a isto o fraco futebol apresentado, tornando-se um dos pontos fracos da nossa defesa, como veremos na sequência.

Entendo que enfim entramos nos eixos, o que se pode notar na postura do time em campo, como veremos a seguir:

  1. posicionamento do ataque na cobrança de escanteio – o gol de Kieza não foi por acaso, sendo sim fruto de um posicionamento treinado anteriormente. Nos dois lances abaixo, K9 se posiciona atrás do último adversário, no primeiro lance quase completa cabeçada de Roger e no segundo brocou.

2- marcação  forte no ataque e na defesa – na primeira imagem o ataque pressiona a saída de bola da defesa do Oeste, o jogador que está coma bola fica sem opção de passe e é obrigado a dar um chutão. No segundo, os volantes cercam o homem da bola, bem diferente do jogo contra o Ceará, não dando muita opção de jogada para o mesmo.
Entretanto, nem tudo é festa, Railan vem se tornando um ponto fraco na nossa defesa, aproveitando-se da baixa estatura do nosso lateral, os adversários sempre posicionam um atacante nas costas dele, o que resultou no segundo gol do Vice e no principal lance de ataque do Oeste.
Encerrando, é inegável que tivemos avanços após a saída de SS, o mais importante a reconquista da torcida, mesmo assim, dentro de campo precisamos evoluir mais, e Charles tem tentado dar sua cara ao time, contra o Tigre, ele entrará com 3 jogadores mais adiantados, mas ao invés de dois centroavantes e um de velocidade, o esquema será exatamente o contrário, Maxi e JPP pelos lados e Kieza centralizado, o que nos dará maior mobilidade na frente. Concordo, também com a manutenção de PD no meio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.