Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Estava na cara, mas SS não enxergou

Estava na cara, mas SS não enxergou


Nos últimos jogos, o Tricolor vem atuando no esquema 442 (para melhor entendimento, ver post anterior) e SS tem apresentado como discurso a necessidade de manutenção do esquema e dos jogadores.
No último jogo, perdemos, por contusão, TR e Max. Se o discurso fosse para valer, o normal seria a entrada de Souza no lugar de TR. Para o lugar de Max, a opção seria Zé Roberto ao lado de Kieza. Contudo, com a boa estreia de Roger e a irregularidade de ZR, o treinador optou por K9 e Roger, o que reputo como correto. Só um detalhe, Kieza afirmou no intervalo que jogou no sacrifício, o que foi confirmado com sua saída aos 3 do segundo tempo. 
No lugar de TR, entrou Rômulo, nada contra o jogador que entrou bem nas últimas oportunidades, entretanto duas características são diversas da de TR, são mais próximas das de Eduardo, meias de criação com limitado poder de recomposição do meio e de marcação. 
Os dois outros jogadores do meio-campo foram Yuri e GB Ninho, de novo nada contra os promissores garotos, mas era evidente que com estes 4, o Bahia perderia o duelo pela posse da bola, infelizmente foi o que aconteceu. 
Com a entrada de Souza no lugar de Romulesma, voltando à forma antiga de atuar, o Bahia passou a ter um pouco mais de posse de bola, porém sem efetividade. Um detalhe que mostra a falta de coerência do time hoje , é sabido que a única bola parada forte do Bahia é o corner pela esquerda cobrado por Eduardo, contudo no final do jogo Souza que estava cobrando.
Também, não posso deixar de registrar a péssima estreia de Gustavo, não trouxe nenhuma segurança na bola aérea e deixou a desejar por baixo, me fez sentir falta de Jailton. Parafraseando o repórter da CBN sobre o Fluminense, o problema da defesa do Bahia não está nos nomes, mas no sistema defensivo, esta é a realidade, nos últimos jogos atuamos com 3 formações diferentes, Robson-Jailton, Robson-Thales e Robson-Gustavo, e a vulnerabilidade foi a mesma por baixo, mas especialmente, nas bolas aéreas, é um salve-se quem puder.
De bom fica o registro que até SS se cansou de Ciscandinho, Railan entrou com a velha vontade de sempre, mas sem acrescentar muito tecnicamente, porém pode vir a ser o torcedor em campo, sendo um pavio para incendeiar o time. 
O empate foi triunfo, e a rodada nos favoreceu, se por um lado nos afastamos mais da liderança e vimos a Cobra Coral se aproximar, por outro nos mantemos no G4 e vimos o Coelho mostrar fraqueza e praticamente dar adeus a luta pelo G4. Agora são 5 times lutando por 3 vagas. A nossa está a 18 pontos em 33, 6 triunfos em 11 jogos, sendo 5 em casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.