Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

O mesmo blá-blá-blá de sempre

O carnaval acabou, hoje o Tricolor da Boa Terra volta a campo contra o Flamídia de Guanambi, mas para esquentar os acordes do blog, vamos falar sobre o Tricolor da Terra da Garoa, e sua classificação para a fase de grupos da Libertadores.
É bom lembrar que o São Paulo ficou com a vaga, menos pela sua qualidade, mais principalmente porque o Santos achou mais fácil conquistar a vaga pela Copa do Brasil e se deu mal; e o Inter continua aquele time que quando todos acham que vai, não chega, e quando todos acham que não vai, é que não chega mesmo. Para variar, os Bambis tiveram em 2015 um dos anos mais tumultuados da sua história.
Começou o ano de 2016, trocando de técnico; sem o seu principal ídolo, Rogério; perdendo seu melhor jogador na temporada anterior, Pato; e contratando poucos jogadores, com destaque para o   presente e até agora efetivo Calleri. No primeiro jogo no Peru, o São Paulo teve o domínio do jogo, mas criou muito pouco, pois tocava de uma lado para outro, mas sem encontrar espaços na bem montada defesa do adversário. O César Vallejo ciente das suas limitações, jogou o tempo todo por uma bola e, por pouco, não saía com um improvável triunfo. É certo dizer que o São Paulo é um time em formação, ainda definindo o melhor esquema tático e quais os titulares.
Pelo exposto acima, achei bem estranho o otimismo de alguns comentaristas durante a semana, dizendo que o São Paulo faria 4x0, 5x1 e outro placares absurdos. A imprensa brasileira não aprende, sempre em época de Libertadores tem o mesmo blá-blá-bla que tecnicamente somos superiores, que ganharemos quando quisermos, que os adversários são times limitados que jogam na base da porrada e catimba, etc. etc. etc..Quase sempre a história joga por terra esta conversa mole, basta lembrar as finais contra o Boca, se não me engano, só os Gambás ganharam deles; o baile que o Cruzeiro tomou do Estudiante e do River recentemente, e o vexame dos Gambás contra o Tolima.
No jogo de ontem, o César Vallejo, mais uma vez, jogou o tempo todo por uma bola, com uma defesa forte, concentrado todos os jogadores na proximidade da grande área, sem vergonha de parara a jogada, dificultando em muito a vida do Tricolor do Morumbi.
Por sua vez, o São Paulo, foi para cima, os dois volantes atuaram o tempo todo no campo adversário, até exageraram, pois em boa parte do tempo, deixaram a saída de bola com os zagueiros, e tome lançamento errado; os laterais apareceram no apoio, aqui cabe um parênteses, Carlinhos não pode ser banco para Mena, ainda não sei o que a Raposa e os Bambis viram neste chileno; Ganso tentando armar o jogo, mas o que tem de técnica, falta em velocidade, por isto, foi anulado várias vezes; e no ataque o ineficiente Centúrion pela direita, Calleri centralizado, lutando batante, e Michel Bastos pela esquerda, aqui abro outro parênteses, MB surgiu como lateral esquerdo no Figueirense, mas se destacou mesmo foi jogando pela direita do ataque no Lion, no SP seus melhores momentos também foram pela direita, não consigo entender o  porquê de insistirem com ele na esquerda. Mesmo jogando em cima do adversário, o São Paulo só criou as melhores oportunidades após os 30 do segundo tempo.
O tal Patón substituiu bem, Wesley e Carlinhos deram uma nova cara ao time, entretanto teve muita sorte na última substituição, pois a fez só para agradar a torcida que pedia Rogério, e não era para tirar Ganso, mas MB, não é que Rogério faz o gol em escanteio cobrado por Carlinhos. Por sinal PH Ganso fez lambança na saída.
Fechando, ontem, já afirmaram que o São Paulo passa fácil pelo grupo da 1ª fase, continua o nosso velho otimismo exagerado. Sem dúvida, só o River assusta, mas os Bambis ainda precisam melhorar muito para ter uma vida tranquila na Libertadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.