Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Podia ser mais tranquilo

O triunfo no último lance do jogo, os 100% de aproveitamento depois de 5 jogos oficiais no ano, fazendo lembrar o antigo Bahia, e a intensa discussão da torcida com opiniões pró e contra o desempenho do time e da diretoria até o momento, me animaram a escrever este post mesmo sem ter assistido a partida na íntegra, pois comi mosca para acessar o jogo na Internet no primeiro tempo, e no segundo, tive de sair para um compromisso pessoal. E tendo a análise prejudicada, principalmente porque não vi o apagão que permitiu o empate do Colo Colo.

Nos 40 minutos que assisti, gostei do desempenho de ZéRo berto, tão criticado pela torcida e aqui neste blog, uma vez que em pelo menos 4 oportunidades, ZR deixou Luisinho ou Edigar Junio em condições de marcar. Não esperava esta desenvoltura dele jogando de costas para a zaga. No primeiro lance abaixo, ele veio de frente e viu Luisinho livre que chutou na trave; no segundo, ele tocou de primeira para EJ que avançou bem, mas bateu em cima do arqueiro. No lance do primeiro gol, ZR fez o papel de pivô, repetindo o lance no segundo tempo, em mais um gol perdido por EJ.





Vi também um meio-campo com paciência para trocar passes e aguardar a hora certa para agredir, mesmo no péssimo gramado de Ilhéus.
Foi muito bom ver Róbson marcar 2 gols, em duas cabeçadas perfeitas, espero que a confiança volte e  ele recupere o futebol da parceria com Tite. O primeiro numa cabeçada de figurino após uma cobrança de escanteio de Juninho, e o segundo após um cruzamento milimétrico de Romulesma.





Para finalizar o lado bom da história, Feijão fez novamente uma boa partida, inclusive acertando lançamentos, o segundo gol começou em um belo passe dele.
Por outro lado, vi uma defesa que voltou a falhar nas bolas cruzadas na área, sendo facilmente envolvida pelo ataque adversário. Na primeira imagem, vemos 7 jogadores do Bahia dentro da área, mas nenhum próximo ao jogador que chutou a bola na trava, escapamos por por pouco.


No lance do segundo gol dos caras, novamente temos 7 jogadores na área, um marcando o outro, pois os 4 do Colo Colo estão livres.


Terminamos o jogo com 6 jogadores da base em campo, o que vejo como positivo, este é o momento certo de testar os moleques, mas também mostra a carência do nosso elenco. Mantivemos 100% de aproveitamento no ano, contudo nem tudo é festa, o time ainda precisa melhorar na defesa, em especial nas bolas aéreas, e perder menos gols, os perdidos por EJ poderiam ter custado o triunfo. Encerrando, não precisávamos passar por todo este sufoco, quase deixamos de fazer 3 pontos (importantes para garantir a vantagens nas finais do campeonato) num jogo ganho, contudo serviu para mostrar que a mística tricolor está viva e aparece quando necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.