Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Rápido e caceteiro (8)

Os novos laterais do tricolor: sobre Tinga, me manifestei no post Rápido e caceteiro (7), como não há nenhuma novidade técnica sobre o atleta, apenas reproduzo o texto anterior "Nunca ouvi falar deste atleta, por isto procurei alguns vídeos no youtube, achei 2 (https://www.youtube.com/watch?v=avmFvwnMwi4 e https://www.youtube.com/watch?v=IX5H3Hv6cOo). Não querendo ser corneta antes do tempo, não vi nada que credencie sua chegada ao Esquadrão, os lances são em sua maioria em jogos da divisão de base do Grêmio, não tem um cruzamento decente, apenas algumas boas roubadas de bola, uns bons dribles e um belo gol, muito pouco. Ademais, o fato de ter jogado o Pan não me diz nada, pois o nível do campeonato era baixíssimo e, mesmo assim, a seleção brasileira fez uma campanha para lá de regular. Infelizmente, acho que não é desta vez que acabaremos com o sofrimento na LD do Tricolor".
Sobre Moisés, a nova tentativa para a LE, fica difícil se empolgar para consultar sobre um atleta que deverá permanecer apenas 3 meses no Esquadrão. Se ele for muito bem, o Gambá deve levá-lo de volta para a disputa da Série A; se for apenas bem, pode interessar aos times de menor orçamento do Brasileirão; se for mal, o Bahia não deve querer sua permanência. Esta contratação mostra como está complicado o mercado do futebol brasileiro, em especial para os times da Série B. 
Deixando de lado as questões administrativas, vi alguns vídeos no youtube (https://www.youtube.com/watch?v=JzydM1k-OhQ e https://www.youtube.com/watch?v=RPfI_YobPfQ), parece ser um jogador que se destaca pela força física na marcação e no apoio ao ataque. Os vídeos trazem alguns bons cruzamentos e muita roubada de bola. Me pareceu ser um jogador do mesmo nível de JP, levando vantagem na parte defensiva e na velocidade, a conferir. Os números do jogador no Bragantino pela Série B de 2015 (http://www.footstats.net) mostram que  Moisés disputou 24 partidas, dando 4,7 passes certos para cada errado (índice baixo de acerto); com uma alto número de perda de posse de bola 81 (3,4 por partida); 56 desarmes (2,3 por partida); porém, o que mais preocupa é o péssimo aproveitamento nos cruzamentos, 92 errados para 19 certos, preparem a corneta; de positivo, um bom número de assistências, 17, sendo que duas acabaram em gol, por coincidência contra o Bahia e o Vice.

A estratégia de comunicação de MS: acho salutar o Presidente se utilizar das redes sociais para se comunicar com a torcida, dando oportunidade aos torcedores fazerem os mais diversos tipos de pergunta. Bem melhor, do que as velhas coletivas com perguntas pré-acertadas, ponto para a Diretoria. Por outro lado, esta parece ser a única forma de comunicação do Bahia com sua torcida, falta algo mais oficial. Ficar desmentindo jogador por Twitter não me parece a melhor maneira do clube se posicionar, os casos de Ávine e Valongo comprovam isto. Primeiro, os jogadores se queixaram publicamente, logo depois, vem MS pelo Twitter colocar a posição do clube, pelo disse-me-disse, seria mais recomendável uma nota oficial. O próximo será Maxi, aguardem e verão.

O que disse MS: discordo do Presidente ao expor o nome dos jogadores que não quiseram vir para o Bahia, pois num futuro, eles podem vir, e já chegarão marcados pela torcida, complicando e muito o desempenho dos mesmos no time. O caso Maxi, concordei inicialmente com o afastamento do atleta, mas considerando que o Bahia não consegue se livrar do atleta, continuando a pagar o alto salário do mesmo, e o desempenho irregular e apagado de EJ, acho que o clube deve começar a repensar esta estratégia, talvez com o jogador em campo, voltando a ter vitrine, conseguimos nos livrar dele mais rapidamente.

Contusão de DP:  não sei o que Doriva fará, mas se a intenção for manter o esquema, o substituto deve ser GB Ninho, com isto o Bahia perderá em força física e presença em campo, mas entendo que ganhará na qualidade dos passe e na técnica. Caso resolva mudar o esquema, pode entrar Yuri (pouco provável) formando uma linha de 2 volantes com Feijão e liberando mais Juninho; ou Romulesma (o mais provável), neste caso Juninho precisa segurar mais a onda, pois Romulesma é quase nulo na marcação.

P.S. Após a publicação deste post, vi a mensagem do empresário de Maxi. Aí fica difícil qualquer acordo ou boa vontade com o jogador e seu representante. Pela forma irônica que o empresário se pronunciou, ele e Maxi querem mais é que o Bahia se lixe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.