Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 6 de março de 2016

Tá favorável, mas não tá tranquilo

Com as contusões de DP e GB Ninho, Doriva optou por mudar o esquema para o 4-2-3-1 e entrou com PR para fazer a dupla de volantes com Feijão, deixando Juninho sozinho com a responsabilidade de armar a equipe. Outra alteração foi a entrada de Yuri na lateral esquerda, visto que JP e Moisés estavam contundidos, ficando o Bahia sem jogada pela esquerda. 

Estas alterações somadas ao gramado ruim e o forte calor de Senhor do Bonfim, paralisaram o Tricolor no primeiro tempo, o jogo foi arrastado e com poucas chances para os dois lados, o Bahia teve duas, ambas com HB, mas na primeira, ele chutou por cima, e na segunda, o goleiro fez uma boa intervenção. Outro fator que atrapalhou a equipe, foi a esperteza do treinador do Bahia de Feira, colocando o time para jogar nas costas de Hayner (autor do melhor lance do time no primeiro tempo), o que deixou nosso lateral preso, com isto, perdemos nossa forte jogada pela direita. 

Ademais, com o esquema adotado, se fazia necessário que Luisinho e EJ aparecessem mais para ajudar Juninho, mas não foi o que vimos, os dois continuaram aberto pelas pontas, mas a bola não chegava, teve um lance que HB veio buscar a bola nos pés do zagueiro. Enfim, um 0x0 sonolento e justo na etapa inicial.

Eu entraria com Romulesma no lugar de PR, mas Doriva bancou a formação inicial e deu certo, o Bahia voltou melhor e dominou o início do segundo tempo. EJ, mesmo sem a ajuda de um lateral (Yuri foi bem defensivamente, mas nulo no apoio, o que já era esperado), começou a incomodar e muito a defesa adversária. Aos 15, Romulesma entrou no lugar Juninho. Logo após a substituição, o Bahia abriu o placar com EJ, fechando da esquerda para o centro e chutando bem no canto direito do goleiro.

Na sequência, em um bom lance do ataque, Romulesma acerta um belo chute, o goleiro defende parcialmente, e a bola se choca no travessão. Aí aconteceu o que ninguém queria, na disputa do rebote, HB pisa em falso e machuca o joelho, lance fortuito que pode acontecer em um treino de finalização, só nos resta torcer para que não seja nada grave e HB possa voltar contra o Vice, pois assim a brocança é garantida. Jacó entrou no seu lugar.

Depois disto o que se viu foi um domínio completo do Bahia que abusou de perder gol, alguns de forma displicente pelo ataque tricolor, temos também de reconhecer as boas defesas do goleiro do genérico de Feira. No final da partida, já nos acréscimos, ZéRo Berto, tinha entrado no lugar de EJ, marcou o segundo e sacramentou o triunfo tricolor.



De positivo, destaco o bom segundo tempo, quando não demos a menor chance ao adversário, a zaga bem protegida por Feijão e PR, praticamente, não teve trabalho; a boa atuação de EJ, foi o cara do jogo; e a entrada da meninada, Romulesma, Jacó e ZR, que não deixaram o ritmo do ataque cair e criaram várias chances de gol. 

De negativo, a contusão de HB, acendendo o sinal de alerta para o BaVice; e a quantidade de gols perdidos por Luisinho e pela meninada no segundo tempo, uma hora faz falta.

Enfim, podemos cornetar, mas são 8 triunfos em 8 jogos, um início de temporada histórico. Agora, acho que já posso afirmar, a vinda de Doriva foi acertada, a recuperação do time após a goleada sofrida nos EUA demonstra que nosso treinador tem o elenco na mão. Entramos agora numa semana decisiva, na quarta-feira, disputamos as duas partidas impostas para serem no mesmo dia pela dupla FBF e CBF, e no domingo tem o BAVice, jogo para pirão, e no qual a torcida não aceita outro placar senão o triunfo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.