Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quinta-feira, 31 de março de 2016

Tabu é para se quebrar

Antes de começar o jogo, as rádios e o EI MAXX destacavam que o Fortaleza não perdia há mais de um ano no Castelão, mas como se diz, tabu existe para ser quebrado. Assim, o único time 100% da Lampions não considerou e brocou o Leão do Pici em sua própria casa.

O Bahia entrou em campo com o esquema 4-2-3-1 e claramente disposto a tocar a bola na frente, segurando o Fortaleza lá atrás, estratégia acertada e, inicialmente, bem sucedida. Aos 7 minutos, quando nos encontrávamos melhor em campo, Feijão falhou e o Fortaleza enfiou uma bola nas costas de Hayner, conforme previsto aqui no post "O caminho das pedras" (http://sobahea.blogspot.com.br/2016/03/o-caminho-das-pedras_29.html), e abriu o placar. Até por volta dos 25 minutos, o cenário do jogo não mudou, o Bahia continuou com a posse de bola, porém com pouca produtividade ofensiva. Como o Tricolor ciscava, mas não ameaçava, o Leão começou a se soltar um pouco mais, e até criou uma boa chance de gol.


Quando eles estavam mais perto do segundo, fomos nós que marcamos, em um chute despretensioso de fora da área de Juninho, Berna falhou, propiciando o empate do Esquadrão aos 32 minutos do primeiro tempo. Logo após, aos 36 minutos, o Bahia virou, agora sim num chute consciente e forte de Juninho. 



Antes do fim da etapa inicial, em um rápido contrataque puxado por Paulo Roberto, e com um excelente cruzamento de Hayner, ainda tivemos a chance de marcar o terceiro com Thiago Ribeiro, mas Berna se recuperou da falha do primeiro gol.

Gostei dos dois zagueiros, apesar do gol, foram firmes e seguros nas demais bolas, inclusive nas aéreas, fizemos desnecessariamente algumas fotos na proximidade da área; de Paulo Roberto, firme na marcação e se arriscando a ajudar Juninho na armação do time; Juninho estava apagado, mas como já chamamos atenção aqui, adquiriu confiança no chute de fora da área e vem arriscando com sucesso cada vez mais, com isto foi o responsável pela virada; e da dupla ThR e EJ, se movimentaram, alternaram posições e deram trabalho à zaga adversária.

Não gostei dos laterais, inseguros atrás e omissos na frente; Feijão também não passou confiança na proteção, e vem caindo de produção jogo a jogo, voltando a chegar atrasado no lance e fazendo faltas desnecessárias; e Luisinho, não acho que foi mal como nos últimos jogos, até apareceu, mas continua abaixo daquele Luisinho do início da temporada. Nosso roupeiro também vacilou, foi um festival de escorregões no primeiro tempo.

No segundo tempo, até os 35 minutos, o Fortaleza não fez aquela pressão que se esperava, ficou mais tempo com a bola nos pés, mas parou na eficiente na marcação do meio e da defesa tricolor. Uma das poucas chances que criou foi numa saída equivocada de Lomba, que soltou uma bola para a entrada da área. A outra, logo no início da etapa final, foi em mais uma bola enfiada nas costas de Hayner, mas Lomba saiu muito bem do gol, evitando o gol de empate.

Por sua vez, o Bahia se armou num fechado esquema 4-5-1, entretanto foi incapaz de segurar a bola no ataque, ou fazer uma sequência de contrataques que fizessem o Fortaleza se precavê mais. Esta postura covarde do Bahia, permitiu ao Fortaleza uma pressão final a partir dos 35 minutos, mas Lomba foi muito bem quando exigido. 

Pouco tenho a acrescentar sobre os jogadores em relação ao primeiro tempo, só destaco que ficou barato para Feijão, um vermelho não seria absurdo; Lomba mostrou segurança quando precisou, apenas uma falha; Róbson e Júnior Ramos entraram e não complicaram; por sua vez, Henrique não deu sequência a nenhuma jogada.

Por fim, destacar a presença da Embaixada Bahêa de Dois que mesmo em pequeno número, fez a festa final no Castelão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.