Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Destaques: Bahia 1 X 1 Fortaleza

Após a adrenalina baixar, chegou a hora de analisar o jogo de forma mais racional, para isto serão publicados dois posts, este com a escolha dos nomes do jogo, e um segundo, possivelmente amanhã pela manhã, com a análise das imagens do jogo, de antemão, adianto que o jogo foi rico em imagens que merecem ser analisadas com cuidado pela comissão técnica tricolor, pois mostra uma atuação desastrosa da nossa zaga. Vamos aos nomes do jogo:



Quem acumulou? Os 13 jogadores que entraram em campo lutaram e merecem elogios, garra e vontade não faltaram, não tivemos foi organização em campo. Os jogadores foram ao limite da força física, mas encontraram na torcida a energia que faltava e se superaram. Tecnicamente, destaco Thiago Ribeiro, o lance do gol foi de uma lucidez ímpar, e Edigar Junio, o passe para JPG foi de rara felicidade, que lutaram muito lá na frente e Juninho pelo golaço, que chute foi aquele? Na parte defensiva, Lomba contou com a ajuda da trave, Hayner não complicou e até fechou bem seu lado, entretanto continua fechando muito na marcação e deixando muito espaço no lado; Feijão teve muita vontade e voluntarismo, mas subiu demais, precisava se preocupar mais com a proteção à zaga, em especial após a saída de Paulo Roberto.

Entretanto, quem acumulou foi o torcedor, melhor jogador em campo, marcou, atacou, cortou todas na área e chutou com as duas. Com esta torcida é difícil, muito difícil mesmo vencer o Bahia em SSA. Que bom que saímos do zap, Facebook e do Twitter e fomos para o campo mostrar nosso valor. Aqui em BSB, só pensava em estar lá, quase entro na tv, assisti os últimos lances em pé na frente da tela, nem piscava. É isto aí, a NAÇÃO voltou e agora vai ser impossível parar o Tricolor.




Quem ficou devendo? Doriva foi mal no primeiro tempo, foi engolido por Marquinhos Santos e não conseguiu reagir. Na etapa final, sua substituição surtiu o efeito ofensivo esperado, começamos a criar oportunidades, mas defensivamente não fez o menor efeito, nossa LE continuou a mesmo avenida, mesmo com dois especialistas da posição em campo. 

João Paulo Gomes e Moisés foram sofríveis na parte defensiva, como era fácil fazer 1, 2 na frente dos dois, por ali foram criadas as principais chances do Fortaleza, inclusive a do gol. Enterraram uma camisa 6 do Bahia junto a uma cabeça de burro, ninguém corresponde quando veste o manto.

Na zaga, Éder e Lucas Fonseca tiveram muito trabalho, cortaram várias bolas perigosas, contudo ficaram vendidos pela falta de proteção na cabeça da área.

Luisinho continua destoando no trio ofensivo, novamente não cumpriu sua função e não encontrou seus colegas em campo. Está precisando parar e pensar um pouco na vida, depois retorna.

Porém, escolho Paulo Roberto para ficar em débito com a torcida, ser expulso aos 26 minutos do primeiro tempo, em um lance isolado e sem perigo no meio-campo, é muita infantilidade. O time já não vinha bem e piorou depois da saída dele, tivemos de recorrer a nossa estrela e a nossa torcida que garantiram o resultado e a classificação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.