Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 17 de abril de 2016

Não deu

A humanidade sempre teve necessidade de buscar heróis e vilões para contar suas histórias, é assim nas guerras, na política e nos esportes. Muitas vezes a análise precipitada dos fatos nos leva a eleger falsos heróis e destruir aqueles que nada tinham de vilão. Falo isto porque é fácil jogar toda a culpa do fracasso de hoje nas costas de Róbson. Mas, se analisarmos friamente o jogo, vamos ver que o mesmo fez uma boa partida, anulando o experiente Grafite na maioria das jogadas, sem dúvida ele falhou feio no gol que decidiu a vaga, mas está longe muito longe de ser o vilão de mais um fracasso do Bahia jogando na Fonte.


Se eu tivesse de escolher um vilão para a desclassificação seria Thiago Ribeiro, jogador contratado para ser nosso craque, nossa referência, e jogou um futebol burocrático nas duas partidas contra o Santa, na primeira não apareceu em campo, hoje, se limitou a uma boa cabeçada, mas principalmente a receber a bola no meio e recuar, é muito pouco, ele tinha de puxar a responsabilidade, buscar o drible na direção do gol e a tabela com Hernane Brocador, outro que decepcionou hoje, se deixando levar pelo nervosismo. Fazer o que Grafite e Uillian Correia fizeram pelo Santa, buscaram o jogo e mostraram personalidade durante o tempo todo.

Com relação ao jogo, entendo que começamos bem, pressionando a defesa do Santa que se limitava a nos devolver a bola, até os 3 minutos, já tinham sido 3 cruzamentos de Tinga. Após os 7, nosso ímpeto diminuiu, e o Santinha começou a usar da nossa arma, pressionando nossa saída de bola, aos 13 minutos, Danilo Pires e Edigar Junio foram pressionados e se enrolaram em um lance tranquilo pela direita, DP como última opção recua a bola para Paulo Roberto que erra a matada de bola, quando se recupera no lance, recua na podre para Róbson. Se nosso zagueiro fosse menos limitado com a bola no pé poderia sair do lance numa boa, mas não foi isso que aconteceu, ele tentou chutar para o lado que estava virado e foi travado pelo cascudo Grafite que teve a competência necessária para marcar o gol da classificação.



Entendo que Doriva escalou o que temos de melhor, fora Lucas Fonseca, ausente por contusão. O Bahia anulou bem as investidas pelas laterais do Santinha, praticamente não tivemos lances pelas pontas deles, dominamos o meio campo, DP, PR e Juninho vinham buscar a bola atrás dando qualidade a nossa saída de bola, e chegamos bem pelas duas laterias, entretanto faltou competência e qualidade para o Bahia no último passe. Tivemos apenas ma grande chance, num bom cruzamento rasteiro de DP, mal concluído por EJ. As outras duas foram cabeçadas, uma de ThR, facilmente anulada pelo goleiro, e outra de EJ que exigiu uma difícil defesa. Chamo atenção que o Bahia entrou com ThR pela esquerda e EJ pela direita, terceiro jogo que isto acontece, e em todos nosso ataque se enrolou, não por acaso, nas duas chances que teve, EJ veio da esquerda para o meio, é assim que ele vinha se dando bem e brocando, não entendo o porquê da mudança de posicionamento.

Entendo que no segundo tempo, o Bahia voltou sem a mesma qualidade de jogo, Paulo Roberto começou a errar várias saídas de bola, proporcionando chances de contrataque para o Santinha. Entretanto, sua saída para a entrada de Rômulo desarmou o meio tricolor, após isto fomos uma caricatura do time do primeiro tempo. Doriva errou novamente ao colocar Luisinho no lugar de EJ, quem tinha de sair era ThR, nosso treinador preferiu o nome ao momento. A entrada de Zé Roberto no lugar de Tinga, muito bem no jogo, já foi um lance de desespero. No segundo tempo, o Bahia só teve uma chance clara, mas nosso matador isolou de forma bisonha.

Prefiro não comentar sobre arbitragem, erros tiveram, mas não foi por isto que perdemos.

Encerro dizendo que esta derrota pode ser um divisor de águas, foi a nossa única na competição, mas valeu por todos os triunfos anteriores. Mostrou que nosso treinador tem capacidade para montar um time capaz de jogar bem, o que aconteceu no primeiro tempo. Contudo, mostrou também que o Bahia precisamos urgente de reforços, as substituições no segundo tempo não tiveram nenhum efeito benéfico, pelo contrário, pioraram nosso futebol. Agora, temos de juntar os cacos, levantar a cabeça e partir para a conquista do TRI BAIANO.

3 comentários:

  1. Miguel, parabéns pelos comentários! Concordo que não vale a pena comentar neste jogo sobre o árbitro. Mas se o Bahia quiser seguir em frente precisa de jogadores menos emotivos! Duas expulsões e faltou pouco para o Lomba ser expulso ou levar um amarelo. Se tivéssemos empatados, passaríamos para a final com mais dois desfalques.

    ResponderExcluir
  2. Miguel,

    O título de seu post deveria ser "Amarelamos mais uma vez". Um time, que joga dentro de casa por 3 resultados (0 x 0, 1 x 1. triunfo) e ainda tem o 2 x 2 para ir para loteria dos pênaltis, não merece ser avaliado com tanto esmero como você fez.

    O elenco do ano passado pelo menos deu uma resposta positiva ao ganhar o baiano após perder o Nordestão.

    Quanto ao elenco deste ano, acho difícil chegar à final do baiano com o moral elevado. Um elenco sem liderança fora de campo e,principalmente, dentro de campo.

    ResponderExcluir
  3. Falta time Miguel. Dizem até que temos, vencemos alguns, mas quando o adversário, não só almoça, como janta tbém, ficamos com fome. Foi assim com o Vitória, foi assim em toda a temporada do ano passado, e está sendo assim este ano e assim será enquanto a política de contratação não mudar. Se o zagueiro é bom ou ruim, se fez uma boa partida ou ruim, nao lhe tira a responsabilidade do fracasso. Beira o inacreditável o Bahia não se aperceber desde de cedo que não temos zagueiro ou saber que precisava e nada fez. Anotei. Faremos uma campanha este ano pior que o ano passado pela falta de ousadia desta direção e o excesso de conversa mole que tem representado DURO resultado ao torcedor do Bahia

    ResponderExcluir

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.