Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 3 de abril de 2016

Passa ou não passa?

No primeiro jogo contra o Santa Cruz, comparei o Bahia a um menino que mudava para uma escola mais forte e tinha conseguido ir bem no primeiro teste. Continuando a comparação, entendo que o conjunto tricolor foi reprovado no segundo teste (derrota pra o Vice), mas conseguiu excelente nota no terceiro (triunfo sobre o Fortaleza). Estando bem encaminhado para uma aprovação no primeiro semestre, mas para o final do ano ainda precisa de reforço em alguns matérias, se aplicar mais em outras e, principalmente, não perder o foco, problema principal na reprovação do ano passado.

Neste post, apresentarei uma análise individual de algumas peças do Esquadrão, em especial dos novos contratados.


Na minha época de escola, já vai tempo, o ano era dividido em 4 unidades, para quem não passava, ainda tinha o período de recuperação. Contudo, para os CDF o ano acabava na 3ª unidade, a quarta era só para cumprir tabela e ajudar os simples mortais. Lembrete feito, vamos às análises:

NOVOS CONTRATADOS

Tinga - Tinga Molusco, o cheio de pernas, começou bem o ano, mas participou de poucos testes e pegou atestado. Até o momento tem ido melhor do que esperava, está queimando legal minha língua, dando consistência na defesa e aparecendo bem no contrataque, em poucos jogos conseguiu formar uma boa parceria com Danilo Pires (DP) e Luisinho. Se manter o desempenho atual, pode passar acima da média no final do ano.

Moisés - Análise muito similar a de Tinga, apenas não queimou minha língua, já esperava algo de bom no futebol dele, em especial na parte ofensiva, onde o mesmo já conseguiu algumas assistências. A grande diferença é que corre sério risco de ser transferido no meio do ano. Se manter o desempenho atual, pode passar acima da média no final do ano.

João Paulo Gomes - Pelo vídeo e pelas próprias palavras do atleta, esperava um jogador mais ofensivo, mas por enquanto, nos poucos testes que participou, ficou muito preso na marcação, se saindo bem, mas sem produção ofensiva. Precisar melhorar o desempenho atual para atingir a média.

Paulo Roberto - Começou mal o ano, teve dificuldades nas primeiras avaliações, tanto que perdeu a posição para Feijão. Com a contusão de DP, voltou ao time e cresceu de rendimento no esquema 4-2-3-1, já apresentou evolução na marcação e saída de bola, mas ainda não consegue ser voluntarioso como DP na chegada ao ataque e não consegue repetir as triangulações com o lateral e Luisinho. Tem totais condições de passar de ano, mas ainda precisa melhorar em algumas matérias.

Danilo Pires - Pelo vídeo que assisti no Youtube, esperava muito pouco de DP, ainda bem que foi outro a queimar minha língua. Não podemos esperar uma jogada de craque de DP, uma arrancada driblando três ou um chute forte e colocado no ângulo. Mas, podemos esperar um jogador que se aplica e entrega durante os 90 minutos, dando volume de jogo ao time. Perdemos nossa principal jogada ofensiva com sua saída, e Luisinho sente muito sua falta no apoio. Com mais alguns décimos, estará aprovado.

Juninho - Um dos CDF da turma. Nas primeiras avaliações, fez uma boa dupla de meias com DP. No novo esquema assumiu o papel de armador, mesmo sem ser brilhante, vem dando conta do recado, tendo como destaque nos últimos jogos, o forte chute de fora da área. APROVADO.




Luisinho - Começou bem o ano, sendo bem avaliado nas primeiras provas, tendo como ponto forte as assistências aos colegas. Com os atestados de DP e Hernane Brocador (HB), sentiu muito a falta das constantes companhias e caiu de rendimento. Mas, mostra ser um aluno com talento e tem totais condições de se recuperar e passar de ano.

Hernane Brocador - Maior CDF da turma, fez tudo de forma aplicada e com bom aproveitamento, além de ser o matador que a torcida esperava, se mostrou um bom pivô, fazendo boas tabelas com os colegas. Sem dúvidas, APROVADO.




Edigar Junio - Outro que começou o ano vacilando nos testes, apesar de marcar uns golzinhos. Cresceu muito nos últimos jogos, sendo o principal destaque da turma no momento. Falta muito pouco para ser aprovado, mas ainda precisa se aplicar mais em algumas matérias.

Henrique - Veio de uma turma mais fraca, estava no Paraná em 2015, ainda não se enturmou ou chegou no nível dos colegas. Ainda se mostra atrapalhado e com baixa produtividade em campo, mas mostra ser um jogador veloz e com certa habilidade. Precisa melhorar muito para ser aprovado.

Thiago Ribeiro (ThR) - Foi o último a se juntar à turma, mas vem de um colégio mais forte, estava na Libertadores, já mostrou contra o Fortaleza que tem tudo para ajudar muito a equipe rumo a aprovação. Se não subestimar o colégio e a turma atuais passa fácil no final do ano.

Doriva - Tem cara daqueles professores legais que levam a turma na boa, sem precisar de gritos ou reprimendas em excesso. Errou ao repreender Luisinho em público, mas até o momento tem demonstrado controle e conhecimento da turma, e com boa capacidade de inventar novas atividades para manter o interesse geral. Começou o ano no 4-1-4-1, passou para o 4-2-3-1 e no último teste aplicou um efetivo 4-5-1. Professor só recebe nota no final do ano, nada de aprovação ou reprovação antes do tempo, pois a qualquer momento pode ser expulso ou pedir transferência.

NOVOS VELHOS CONHECIDOS

Lomba - Não mudou nada no tempo que ficou em outro colégio. Continua excelente em bolas que precisa de reflexo e rapidez, mas vacilante e inseguro nos cruzamentos. É um dos preferidos da torcida e não deve ter dificuldade para ser aprovado.

Lucas Fonseca - Como já disse antes, não sou fã do futebol de LF, mas a maioria da torcida aprovou seu retorno, espero estar errado. Jogou poucas vezes, mas sua experiência vai ser fundamental na dupla com Éder. Tem condições de aprovação se manter o desempenho dos primeiros testes.

Feijão - Quase era expulso no final do ano, mas melhorou o comportamento e recebeu nova chance do professor. Até o momento, vem bem, mas vem caindo nos últimos jogos, voltando a ser um volante atabalhoado e precipitado nos botes. É o preferido da torcida por causa da sua identificação com o clube, mas pode perder a posição com a volta de DP. Mesmo assim, se voltar ao nível dos primeiros testes, consegue fácil a aprovação.

Em breve, faremos um post sobre os alunos que vieram do infantil e estão chegando ao segundo grau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.