Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

sábado, 9 de abril de 2016

Treino de luxo

Antes do jogo fui bater meu baba, pois estava tranquilo, consciente que o Touro do Sertão não seria páreo para o Tricolor na semifinal do Baiano. Ainda mais considerando que os dois jogos seriam em SSA. Em nosso território, o Touro não passaria de vaca de presépio. Quem perde em Soterópolis para time do interior é o Vice, o Esquadrão não tem este mau costume. Assisti o jogo com a galera da Embaixada, clima de total confraternização, tranquilidade e confiança que a brocança seria certa.


E o jogo transcorreu como o esperado, um bom treino para as semis da Lampions contra o Santinha. Doriva aproveitou o apronto para retornar com Hernane Brocador ao time, entrou no lugar do irregular Luisinho; para por Edigar Junio pela direita e Thiago Ribeiro pela esquerda, o que não deu muito certo, EJ estava se sentindo deslocado por aí, conseguindo apenas uma boa chance, quando o Bahia apertou a saída de bola do Flu de Feira e Juninho deixou EJ na cara do gol, mas a conclusão foi defendida pelo goleiro; e para manter o esquema no 4-2-3-1, mas vacilou ao manter Paulo Roberto no time, já que o mesmo não jogará na quarta, entendo que tinha de entrar com o parceiro de Feijão da quarta, seja ele Danilo Pires, Luiz Fernando ou Júnior.

A primeira chance do jogo foi deles, quando Lomba saiu do gol e foi encoberto pelo atacante, mas Lucas Fonseca cortou a bola. Aos 7 minutos aconteceu o lance que todos esperavam, HB e ThR enfim se encontraram em campo, HB lançou da direita para a esquerda, Thr matou já cortando o zagueiro e chutou a gol, forçando uma boa defesa do goleiro do Flu. Fora destes lances, pouca coisa aconteceu na primeira etapa, o Bahia controlou o jogo no ritmo de coletivo, teve mais duas chaces desperdiçadas por EJ e Hayner; o Touro até tentou, mas não incomodou, só teve mais um chute que exigiu uma boa defesa de Lomba. 0X0 justo.

Logo no início da segunda etapa, a 1 minuto, João Paulo Gomes cruzou e o Brocador apareceu para marcar, espero que este tenha sido o primeiro de vários gols com a participação da dupla, já que JPG afirmou que veio para o Bahia, para retomar a dupla com HB. 



O segundo tempo transcorreu no mesmo ritmo do primeiro, Doriva aproveitou para poupar HB, entrou Luisinho no lugar; para dar ritmo de jogo a Danilo Pires, fez uma boa conclusão, mas bem defendida pelo goleiro; e colocou Rômulo no lugar de Juninho, na minha J10 vinha fazendo uma partida aquém do esperado, displicente e errando passe após passe.

Nesta toada de rachão, o Bahia chegou ao segundo, em uma assistência de Luisinho, espero que o banco tenha despertado o Bigode, Rômulo penetrou (lá ele) bem no meio da zaga e concluiu melhor ainda.



É isto, entendo que o jogo não passou de um coletivo de luxo para os desafios que teremos pela frente. Como torcedor foi muito bom ver no ataque Tricolor a dupla HB e ThR, formada por jogadores diferenciados e que nos darão muitas alegrias. Gostei também da pressão que o ataque fez na saída de bola do Flu, roubamos algumas bolas, criando algumas oportunidades de gol. Porém, entendo que nosso setor defensivo andou dando alguns vacilos que podem custar caro contra um ataque mais qualificado, tanto que no segundo tempo, Lomba foi obrigado a fazer uma difícil defesa em uma cabeçada perigosa, e numa falha de JPG após um escanteio, a bola chocou na nossa trave.

A vaga para a final do Baiano já é nossa. O negócio agora é brocar o Santinha e garantir a vaga na final da Lampions.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.