Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

sábado, 2 de julho de 2016

Está na hora de acordar

Perder para o Ceará no Castelão não pode ser considerada uma catástrofe, afinal é um time tradicional e que vem fazendo um bom campeonato. Os 6 pontos que estão fazendo falta e nos deixando fora do G4 foram as derrotas para o Londrina em casa e para o fraquíssimo Tupi, estas sim, duas catástrofes.

Guto Ferreira, o famoso Professor Guto, o Gordiola, ressuscitou o velho esquema de Doriva com 3 atacantes e, inicialmente, repetiu o mesmo erro colocando Edigar Junio pela direita, onde nunca rendeu no Bahia, e Thiago Ribeiro pela esquerda. No meio, optou por Paulo Roberto no lugar de Feijão, no gol, colocou Jeanzinho, e na lateral esquerda optou por João Paulo. Acho que acertou no meio e no gol, PR não complicou e fez bem seu papel, e Jeanzinho foi o principal jogador do time em campo, com pelos menos 4 defesas difíceis e importantes. Mas, errou na lateral, não que JP tenha feito uma partida ruim, mas também nada fez que merecesse destaque, acho que Moisés seria mais útil.


Com 30 segundos, o Bahia chegou em um belo cruzamento de Hayner, Hernane cabeceou bem, mas o goleiro fez uma grande defesa. Na primeira chegada do Vovô, gol dos caras, a zaga deu mole e o atacante cabeceou bem sem chances para nosso arqueiro. O Bahia passou a deter a posse de bola, mas pouco criava, chegou com perigo apenas em um bom chute de ThR, quando caiu pela direita. O Ceará se fechou, mas só criou uma única chance em um contrataque puxado após um erro de passe de Juninho, Jean fez uma defesaça.

No primeiro tempo, gostei da parte defensiva da equipe, mas o setor de criação do time com Cajá assessorado por Juninho deixou a desejar, pouco criamos e chegamos. Por sinal, Cajá está devendo e demorando a entrar em forma.

O segundo tempo começou na mesma toada, o Bahia com a bola, e o Vovô fechado. De novo nosso setor de criação deixou a desejar. GF perdeu a paciência e colocou Luisinho no lugar de Cajá, trazendo ThR para o setor de criação. GF errou novamente no posicionamento dos atacantes, Luisinho entrou pela esquerda e EJ permaneceu pela direita, destaco que a única conclusão de EJ no jogo foi quando ele fechou na diagonal da esquerda para o meio. Ao inverter a posição dos dois, melhoramos um pouco e criamos alguns bons lances, inclusive empatamos a partida, mas o bandeirinha anulou, na minha opinião de forma equivocada, HB estava atrás da linha da bola no momento da cabeçada de Lucas Fonseca.



Com o passar do tempo, o Bahia foi se abrindo mais, aí o Ceará teve espaço de sobra para contratacar e criou algumas chances claras, contudo brilhou a estrela de Jean que fechou o gol com importantes defesas.

Enfim, perdemos e voltamos para o preocupante nono lugar, precisamos urgentemente acordar e engrenar uma sequência de triunfos para encostar e entrar de vez no G4 ainda no final do primeiro turno ou logo no início do segundo. Chamo atenção que o torneio está equilibrado e o perde e ganha está intenso.Continuo acreditando no acesso, mas precisam chegar reforços e algumas peças precisam acordar. BBMP

4 comentários:

  1. Veja como TR tem prejudicado o time com sua improdutividade. EJ não joga do lado esquerdo porque os treinadores insistem com TR nesse lado. Não esperávamos que TR fosse uma contratação tão ruim, mas já deu tempo pra saber que ele nao contribuirá para o acesso do Bahia, ou melhor, está até prejudicando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, também que a comissão técnica e a direção tem de tomar uma atitude, se não consegue render, tem de tirar do time ou até rescindir o contrato.

      Excluir
  2. Miguel,

    Eu não sei que insistência é essa de jogar no esquema 4-3-3. São 3 atacantes que não marcam ninguém e ainda um meia ofensivo que também mal olha pra trás quando perde a bola. Isto vem acontecendo desde a era Sérgio Soares. Parece que tem alguém que manda o treinador manter esta formação, que já se mostrou ineficaz. Formação excelente para jogar contra os times semi-amadores do campeonato baiano, mas não engrenou quando joga contra times mais tarimbados. Para jogar com esta formação, o Bahia teria que utilizar meias-atacantes abertos nas pontas (como faz Mancini no vice com Vander e Marinho), pois estes jogadores ajudam a marcação no meio ao contrário dos atacantes natos que temos, que perdem a bola e param.

    Mesmo com as carências do elenco, eu vejo o 4-4-2 ou 4-5-1 como as melhores formações para o momento. Não tem como fugir destas formações com os jogadores disponíveis no elenco atual.

    Outra coisa: a bola aérea tem sido a pedra no sapato da nossa defesa há bastante tempo. Contratou-se Tinga e Moisés justamente pelo porte físico deles e para aumentar a estatura da linha defensiva. Tudo bem que Tinga está machucado e só temos Hayner para substituí-lo. Mas não justifica preferir João Paulo a Moisés, pois diminui bastante a nossa chance nas bolas alçadas na nossa área. E sábado, tomamos mais um gol de cruzamento, numa falha gritante de Lucas Fonseca.

    Vamos ter cinco jogos (Vila Nova, Luverdense, Sampaio Correia, Bragantino e Atlético-GO) para acabar o turno com pelo menos 32 pontos e fazer um returno com números de campeão. Teoricamente, só teremos o jogo contra Atlético/GO como encardido. Não há mais espaço para jogar um futebol tão ridículo como tem sido apresentado até agora. Alguém tem chamar a responsabilidade dentro de campo e, fora de campo, cabe a diretoria tomar as rédeas do clube, afastando quem tem contaminado o ambiente e trazendo reforços que cheguem para vestir a camisa de titular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antônio, também não gostei da escalação do Bahia do meio para frente, achei que o time entrou muito aberto para jogar fora contra o Ceará. S Danilo Pires não podia jogar, o certo era entrar com mais um no meio, Feijão ou Gustavo Blanco.

      Temos time para ganhar as próximas 5, pois 3 são em casa, e as duas fora são contra times que estão muito mal no campeonato.

      Excluir

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.