Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Ataque contra defesa

No último sábado, o Bahia teve uma atuação digna do melhor mandante da atual Série B, sufocou o time esmeraldino por boa parte do jogo, em especial no segundo tempo, quando só fui ver Muriel na TV após os 35 do segundo tempo, um verdadeiro treino de ataque x defesa. O mapa de calor do tricolor, obtido no meu.footstats.net, na partida mostra exatamente o jogo que vi, um time presente no campo adversário e com um lado direito extremamente participativo, não por acaso, os 3 gols do segundo tempo saíram por ali, além do pênalti não marcado no brocador na primeira etapa. 
Eduardo e Edigar Junio abusaram das ultrapassagens, deixando o lateral verde atordoado. Para que isto acontecesse foi fundamental a participação de Luiz Antônio na proteção do lateral.


As imagens, retiradas do site globo.com, ratificam o mapa de calor e mostram, em vários lances, pelo menos 7 jogadores do Bahia da intermediária ofensiva para frente. Por isto, ganhamos na maioria das jogadas a segunda bola, o que propiciou um volume de jogo intenso (acertamos 398 passes e erramos 24) que teve como consequência a criação de chances e os gols.

É fácil perceber nas imagens a presença constante de Eduardo no campo de ataque, Moisés, por sua vez, precisou se resguardar mais e só ia na boa. Em boa parte dos lances, é possível perceber a presença dos nossos dois volantes na intermediária adversária. Isto reitera o que venho dizendo sobre nosso esquema de jogo no 4-3-3 ser apropriado para jogar em casa, pois o adversário se retrai e podemos subir com os laterais e volantes como no último sábado. Porém, fora de casa, dificilmente teremos condições de fazer isto.








É possível perceber em todos os lances que HB, vinha sendo criticado por sair muito da grande área, estava postado lá dentro como se espera de um centroavante com as características dele, por isto sofreu dois pênaltis e marcou um gol de puro oportunismo. Para facilitar o entendimento, comparem os mapas de calor de HB contra o Goiás e contra o Náutico, facilmente se percebe a presença constante dele na área no último jogo, reiterando que quando jogamos fora de casa não conseguimos atuar tão avançado, diferente do que ocorre em casa, por isto insisto que Guto Ferreira precisa achar uma forma diferente de atuar fora dos nossos domínios.



As imagens dispostas neste post mostram que os 4 gols não vieram do acaso, mas foram consequência de um time audacioso e que procurou o tempo todo o gol, este era o Bahia que todos cobravam desde o início do campeonato, mostrando que dentro da Fonte quem manda somos nós, só precisamos agora melhorar nossa postura fora de casa para pegar o elevador no final do ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.