Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Adeus, zica

Começo dizendo que foi o melhor jogo do Bahia no ano. Enfrentamos um adversário brioso e bem organizado taticamente, mesmo apresentando deficiências técnicas, os jogadores do Sergipe sabem muito bem o seu papel em campo e deram trabalho ao Tricolor da Boa Terra no primeiro tempo. Contudo, na etapa final, o Bahia se impôs e mostrou um bom futebol para ganhar com personalidade fora de casa depois de um bom tempo.


O Jogo começou com o Bahia tendo o domínio das ações, a melhor qualidade técnica dos nossos jogadores sobressaíam sobre a vontade do adversário, chegamos uma vez com Diego Rosa, após belo lance de Zé Rafael, mas o chute foi para fora. Contudo, erros de passes, o primeiro de Hernane que virou o lance sem olhar, e o segundo numa troca de bola entre Renê Júnior, péssimo primeiro tempo, e Édson, deram as duas primeiras chances de contrataque ao Sergipe. Após estes dois lances, o Sergipe demonstrou que estudou bem o Bahia e começou a aproveitar as subidas e a fragilidade de Eduardo na marcação, em dois cruzamentos da esquerda no segundo pau, aproveitando a baixa estatura de Armero, eles chegaram com perigo, na primeira Jean, cada vez mais dono da 1, salvou em uma defesaça, e na segunda o avante tocou para fora.

Fomos dominados até os 30 minutos, depois disto, nosso meio começou a aparecer mais, com Régis, o homem das bolas paradas, levando ampla vantagem sobre o volante deles, e equilibramos o jogo. Nosso forte foi a bola parada, em uma delas, chegamos a colocar uma bola na trave, mas a arbitragem marcou impedimento. Mesmo com a constante movimentação de Diego Rosa e Zé Rafael, que por várias vezes inverteram o lado, nosso ataque pouco criou. Nossa melhor chance foi aos 27 após cruzamento de Armero, mas Régis pegou na orelha da bola e isolou pelo lado. 

Não tenho dúvidas que ganhamos muito defensivamente com a a dupla Édson e RJ como volantes, mas sentimos falta dos lançamentos de Juninho, ficando este papel para os zagueiros, o que é um erro em minha opinião. Enfim, gostei do primeiro tempo de Régis, por outro lado, RJ errou tudo que tentou, e Armero mostrou uma fragilidade preocupante nas bolas aéreas. 

O segundo tempo começou em alta voltagem, abri uma gelada para entrar no clima. Logo no início HB roubou a bola no meio, mas se atrapalhou na hora da conclusão da jogada. Na sequência, em um vacilo do nosso setor defensivo, eles chegaram na cara do gol, um primeiro corte de Thiago e o definitivo de Eduardo afastaram o perigo. Este lance acordou o Bahia que foi para frente, fazendo uma pequena pressão nos sergipanos. Depois de uma bola roubada por RJ no meio, seu primeiro lance certo do jogo, HB fez um lindo corta luz e Régis não vacilou e marcou o primeiro do tricolor.



O jogo ficou totalmente a mercê do Bahia que começou chegar em velocidade aproveitando os espaços dados pelo meio campo do Sergipe. Aos 21, o goleiro Ferreira parou HB em dois lances consecutivos, porém aos 22 não teve jeito, Régis deixou HB na cara do gol, o goleiro levou a melhor de novo, mas no rebote DR não perdoou, 2x0. Com o jogo definido, Guto colocou a meninada para ganhar cancha no ataque, o Bahia controlou o jogo e ainda teve a chance de ampliar, mas HB perdeu um pênalti no último lance do jogo.

Enfim, fica cada vez mais claro os esquemas de Guto para 2017, o 4-2-3-1 quando se defende, e um 2-4-2-2 quando tem a bola, com Régis e ZR ficando com o papel de articular as jogadas de ataque, enquanto HB, cada vez mais participante, e DR ficam mais na frente, com a chegada constante dos dois laterais. Agora, é se preparar para pegar o Paraná, sem dúvida um adversário mais qualificado, no sábado de carnaval.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.