Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Acabaram as preliminares

Já estamos na quarta rodada do Brasileirão, até aqui foram 2 derrotas fora de casa e 1 triunfo na Fonte, mas a impressão que tenho é que o campeonato está começando hoje. Explico, os outros 3 jogos foram disputados nas semanas das finais do NE, onde conquistar a Orelhuda tinha de ser o único foco mesmo. Ademais, trocamos o treinador, nosso melhor jogador está contundido, estrearemos novos atletas, isto tudo junto me dá a sensação de estréia, mesmo já estando na quarta rodada.

Sei que vou tomar muita porrada da apaixonada torcida tricolor, mas o primeiro e principal objetivo do tricolor é alcançar os 45 pontos e ficar livre do rebaixamento. Com este objetivo alcançado, o que espero que venha lá pela 30ª rodada, 50% de aproveitamento, podemos começar a pensar em algo mais, uma vaga na Sulamericana e uma honrosa primeira página. Ficarei gratamente surpreso e eternamente feliz se o Bahia beliscar uma pré-Libertadores, mas sendo bem sincero, prefiro não pensar nisto, pois a decepção é diretamente proporcional ao tamanho da expectativa.

Lembro que em 2014, ano da nossa última queda, fizemos um bom final de primeiro semestre, ganhando o Baianinho de forma soberba sobre o Rival, mas veio o Brasileiro, a saída de Talisca, as coisas desandaram, e paramos na segundona. Mesmo sabendo que hoje contamos com um time mais qualificado, prefiro manter os pés no chão e não criar grande expectativa.

Sem dúvida a saída de Guto não foi uma boa, pois ele tinha o grupo na mão, a confiança da Diretoria e crédito com a torcida, mas PGF não é insubstituível e a Diretoria agiu rápido trazendo Jorginho, treinador já com alguma experiência na primeira divisão, passagem na seleção como principal auxiliar de Dunga, e condutor do Vasco na impressionante recuperação no Brasileirão de 2015. Entendo que com o tempo Jorginho vai modificar a forma de Guto jogar, em especial fora de casa, não o vejo escalando três meias ofensivos e mais um atacante fora de casa. Por outro lado, espero que Jorginho mantenha a pegada do Bahia dentro de casa, onde fomos quase invencíveis nos últimos 10 meses.

Com relação ao elenco, tem de chegar gente, ainda nos falta quantidade e qualidade para a maratona da A. Só como exemplo, do dia 05 ao dia 25 deste mês, o Bahia terá 7 jogos, é humanamente impossível que Eduardo, só para citar um exemplo, jogue em bom nível em todas as partidas, sem dizer que amarelos, vermelhos e contusões virão, temos de ter peças de reposição e para algumas posições como LD, Zaga e centroavante tem de ser para ontem.

Gostei dos dois meias que o Bahia contratou, claro que analisar jogador por DVD não é uma boa, mas Vinícius mostrou qualidade, em especial o chute de fora da área, para ser titular no lugar de Zé Rafael, e Ferrareis mostrou ser uma boa opção de velocidade para revezar com os demais meias. Com 5 meias e mais Diego Rosa, e 4 volantes de boa qualidade, acho que Jorginho terá boas opções para armar o meio-campo. O mesmo não posso falar para o ataque, pois contamos com o esforçado Edigar Junio, o limitado Gustavo, Maikon Leite que ainda precisa estrear, e a incógnita João Paulo, muito pouco para um campeonato tão longo e disputado.



Na defesa, acho que Jean vai dar conta do recado, mas tenho dúvidas sobre a zaga, Lucas Fonseca ainda não me passa a confiança necessária para ser titular, apesar de ter crescido muito nos últimos jogos. Eduardo uma hora vai cansar, precisamos urgente de um reserva, e ainda tenho dúvidas sobre a qualidade dos 3 laterais esquerdos disponíveis.



As notícias dão conta que nosso caixa financeiro está no limite, mesmo com todo o esforço que vem sendo feito pela Diretoria, desta forma mais uma vez cabe a nós torcedores levantar a equipe. As pesquisas dão conta que temos mais de 3 milhões de torcedores, mas temos menos de 15.000 sócios, tem algo errado aí, mesmo sabendo que nossa torcida é majoritariamente oriunda das classes populares, mas não é possível que não tenhamos pelo 100.00 torcedores em condição de se associar, por isto peço aos que podem se associar que façam isto, aos que não podem, que tentem convencer um colega a fazer isto. Se queremos uma Bahia condizente ao tamanho da nossa paixão e vibração, este é o caminho.

Que venha o Dragão e depois a Raposa, vamos passar por cima e mostrar que a Fonte é nossa casa, onde mandamos prender e soltar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.