Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Deu ruim

O jogo:

Saí com a galerinha e cheguei em casa já com o jogo em andamento, sabe como é que é, mulher em shopping atrasa a vida de qualquer um. Comecei assistir ao jogo lá pelos 15 minutos, o Bahia era soberano em campo, o Flamídia mal passava do meio-campo, mas como sempre, nosso time criava, mas não botava a redonda para dentro da rede. A expulsão de Lucas Fonseca, análise mais a frente, aconteceu antes dos 30 minutos, Jorginho foi forçado a tirar Vinícius, o mais apagado dos 3 meias, para colocar o criticado Rodrigão Becão (não sei onde está o staff deste moleque que não tira logo esta porra deste Becão, isto só faz atrapalhar a carreira do moleque). Mesmo com 1 a menos, o Bahia se fechou muito bem, destaque para os dois volantes que fizeram um verdadeiro ferrolho na frente da zaga, e ainda criou as duas melhores chances da parte final da etapa inicial, a primeira com Zé Rafael, em uma bela arrancada, e a outra com Alione após tabela com Edigar Junio, ambas defendidas pelo goleiro. E assim, sem dá chances ao Flamídia, fomos para os vestiários.


O Bahia voltou com Mendoza no lugar de EJ, substituição que reputo correta, eu já entraria com ele desde o início, pois entendo que o mesmo é mais veloz do que EJ, tem técnica mais apurada e finaliza melhor, a vantagem de EJ é saber proteger muito bem a bola para fazer o papel de pivô, nisto o colombiano é fraco. Alguns torcedores acharam que era para entrar Régis, discordo, Régis é jogador de vim de trás, ficar lá na frente trombando com os zagueiros nunca foi e nunca será a dele, o mesmo pode-se dizer de Alione e ZR. A toada do jogo passou para um amplo domínio da posse de bola para o Flamengo, mas nosso ferrolho funcionou muito bem de novo, Thiago e Becão bem protegidos pelos volantes, fizeram a parte deles e tiraram tudo. Nosso contrataque já não era tão efetivo, mas mesmo assim chegamos num bom chute de Mendoza, e Juninho desperdiçou grande chance, isolando uma cobrança de falta da meia-lua.

Jorginho tirou Alione e colocou Régis Souza, não sei se era a substituição mais adequada, mas entendo o lado do treinador, o Flamengo colocou Vinícius Jr. para jogar no lado esquerdo deles, então precisávamos reforçar nossa marcação, no lado defensivo funcionou bem, mas RS foi incapaz de levar uma bola no contrataque. De tanto o Flamídia rondar a área do Bahia, acabou sobrando uma bola livre para Bérrio que bateu muito bem e fez o gol do jogo. O Bahia não teve força para reagir, viveu de cruzamentos em bolas paradas, mas não obteve sucesso.


O técnico:

Já foi eleito pela torcida como o vilão da vez, já li vários pedindo sua saída. Discordo, entendo que o Bahia passa pelo seu pior momento no ano, mas muito devido ao nível dos adversários que enfrentamos, em 11 meses de Bahia, PGF nunca pegou uma sequência desta. Na minha opinião, o maior erro de Jorginho é manter o esquema no 4-2-3-1, entendo que já deveria ter passado para o 4-3-2-1, perderíamos força ofensiva, mas íamos ganhar na defesa. No mais, estamos com uma série de desfalques de última hora, Lucas, Édson, Régis e Renê Júnior ficaram de fora de pelo menos um jogo por contusão ou expulsão, nosso elenco é limitado, e Jorginho tem poucas opções para escalar.

No jogo de ontem, entendo que Jorginho não teve culpa pela derrota, nem a entrada de Régis Souza foi tão absurda como li no zap. Enfim, não acho que nosso treinador esteja perdido, e entendo que tirá-lo agora não é a solução.

Os jogadores:

Sem dúvidas, Zé Rafael vem sendo nosso melhor jogador no campeonato, mas está extremamente fominha e delegado. Ontem, mais uma vez, tinha colegas em melhores condições, mas resolveu chutar a gol, pela reação de Vinícius e EJ já dá para perceber que os colegas começam a se incomodar com a postura de nosso meia. ZR me parece muito preocupado com a pontuação do Cartola.

A expulsão de Lucas Fonseca é o que se chama de surpresa inevitável, surpresa porque ninguém sabe quando vai acontecer, inevitável porque todos sabem que vai acontecer. Desde da sua volta ao time, LF melhorou muito seu futebol, mas na mesma proporção aumentou seu nível de provocação e reclamação, todo jogo, ele escolhe um adversário para passar o tempo todo empurrando, xingando e discutindo, ontem não foi diferente, acabou sendo expulso de maneira justa e prejudicou muito o time. Palhaçada é o mínimo que pode se dizer desta postura de LF, e infelizmente parte da torcida apoia e achou o máximo quando nosso zagueiro falou de um suposto bafo de Kanu, atitude desrespeitosa com o profissional e com o ser humano.



O Futuro:

Ainda estou otimista, acho que as 4 derrotas em 5 jogos se deveram muito ao nível dos adversários. Por outro lado, tenho plena consciência que precisamos reforçar o elenco, não temos jogadores em qualidade e quantidade para um campeonato tão longo. No mínimo um zagueiro, um lateral que jogue nas duas, um primeiro volante e atacantes precisam chegar urgente.

Nos próximos 5 jogos, vamos enfrentar adversários com a realidade mais próxima da nossa, temos totais condições de se recuperar e voltar a figurar longe da zona de rebaixamento.

2 comentários:

  1. Estou longe de ser fã do Jorginho. Até assustei quando vi a boa recepção que ele teve com os tricolores. Porém, não lhe débito - até esse momento - nada pela posição atual do Bahêa.
    Ontem ele acertou tudo. "Achou" a dupla de volantes. Mateus fez a partida que justificou sua contratação. E Juninho (apesar de erros de passe, um dos quais quase nos complicava) melhorou e ajudou a defesa e o meio-campo.
    Concordo até com a substituição para ajudar Eduardo, que iria tomar calor naquele lado (não sei se concordo com a contratação daquele Regis...)
    O Bahêa precisa ter finalizadores.
    Zé Rafael e Allione (ambos jogando bem e no sacrifício porque atuam na defesa e no ataque) não tem potência de chute.
    Faz muito tempo que se pede um "9". Isso vem desde quando Hernane estava jogando. O tal do "9" é um "finalizador". Um verdade "brocador". Alguém que incomode os goleiros adversários.
    Sem essa condição, de finalizar bem, o Bahêa seguirá jogando bom futebol, por vezes melhor que os adversários, mas... somando decepções.
    Passou da hora de contratar.
    Edigar Junio estava bem, atuando nos lados do ataque. Não é e não tem cacoete de centroavante, por mais que se esforce (ontem ele parecia ser o meião do Rodolfo!).
    Vamos.
    Continuo esperançoso, o que é normal porque o Bahêa de hoje está melhor que o dos anos anteriores.

    ResponderExcluir
  2. O que me chateia é saber que o time tem qualidades, mas precisa de algumas peças que poderão suprir algumas carências do time, além dos que poderão sair ou por cartão ou lesão e assim darão estabilidade, continuidade e força ao elenco porque o campeonato é longo.
    Inaceitável essa passividade da diretoria esperar pela recuperação de Jackson e Ex-brocador e até lá, seguimos sofrendo, vendo todo mundo se reforçando!
    Continuo dizendo que não precisa ser contratações de medalhões, existem jogadores insatisfeitos, na reserva de alguns clubes e até na serie B que poderiam vir. Infelizmente o endeusado Jean não sairá (até que ele entregue a rapadura), mas pelo menos um zagueiro, um lateral esquerdo e um centroavante, seria pra ontem.
    Outra coisa que me chateia, é que não se vê ninguém da diretoria faz qualquer movimento sobre essa ou aquela necessidade de contratação, nenhuma movimentação nesse sentido, ficamos sem esperanças de que o quadro se modificará, há um silêncio irritante. A sensação que me dá é que estão satisfeitos com o atual elenco; com Becão, Feijão, Armero, L. Fonseca...
    Apoio essa gestão e até entendo que existem dificuldades financeiras, mas se não ousarmos o prejuízo poderá ser maior, inclusive financeiro!
    Acorda diretoria!!!
    Antonio Neves
    ST

    ResponderExcluir

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.