Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 29 de outubro de 2017

Não fizemos por onde

Começo indo direto ao ponto, perdemos dois pontos por causa de Carpegiani que voltou a inventar. A atmosfera era toda favorável ao Bahia, o adversário vem apresentando um futebol irregular e sua torcida estava cabreira. Enquanto isto, o Bahia vinha de 4 bons jogos e com a confiança em alta.



Com as perdas de Mendoza e Édson, Carpegiani deveria ter feito o básico, escolhendo dois substitutos de características parecidas e mantendo a forma de jogar da equipe. Mas, não foi isto que nosso professor fez, ainda sacou Alione para por Régis, e trocou o 4-1-4-1 para o 4-4-2 usado por Preto. Pior ainda, cometeu o mesmo erro do antecessor, colocando Régis e Hernane para puxar contrataque, isto não deu certo com Preto, por que daria com Carpegiani?

Mesmo fazendo o gol aos 2 minutos do primeiro tempo, com uma bela conclusão de Edigar Junio após jogada espetacular de Zé Rafael, o Bahia não encaixou um único contrataque, se limitou em todo o primeiro tempo a marcar e devolver a bola para o frágil Fluminense que empatou de tanto frequentar nossa área, e depois quase vira numa cabeçada de Henrique Dourado. Detalhe, não ganhamos uma segunda bola no nosso campo defensivo.

No segundo tempo, Carpegiani colocou Matheus Sales no lugar de Régis, recuou Renê Júnior, voltando o Bahia a jogar no 4-1-4-1. MS entrou bem, fechou o lado direito da nossa defesa e criou nossa melhor chance, mas HB chegou atrasado e não marcou. Mas, no final do jogo fez uma falta bisonha, sem nenhuma necessidade, e foi justamente expulso.

Enfim, éramos favoritos, tivemos o jogo na mão com aquele gol logo no início, mas nossa disposição em campo deixou o adversário dominar o jogo, sendo justo o empate. Ficou evidente a falta que Mendoza faz no nosso ataque, sem ele perdemos muito em verticalidade, velocidade e ousadia. Outra certeza é que Régis voltou a ser um jogador de segundo tempo, mais uma vez fracassou iniciando a partida. O lado bom foi que nossa defesa foi bem nas bolas aéreas, permitindo apenas uma cabeçada perigosa deles.

Não sou de reclamar de arbitragem, mas entendo que teve um pênalti em HB na etapa inicial.

A rodada acabou sendo ruim, nossa diferença para o Z4 diminuiu para 4 pontos, por isto o próximo jogo contra a Ponte é fundamental, temos de lotar a Fonte e mostrar nossa força em casa. Não podemos vacilar, temos de chegar logo aos 46 para com calma almejar algo mais no campeonato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.