Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 22 de outubro de 2017

MAMÃO COM AÇÚCAR

Ganhar do rival é bom demais, tira um peso das costas, é um alívio no final do jogo que faz desaparecer toda a tensão vivida durante os 90 minutos. Isto acontece mesmo quando o rival é um mamão com açúcar.



Carpegiani fez o básico e o mais provável, colocou Alione no lugar de Vinícius, reconheço que entraria com Matheus Sales, para reforçar a marcação pelo lado direito. Mas, o que fez a diferença foi a vontade que nossos jogadores estavam, até os 30 minutos do primeiro tempo alugamos o campo de ataque, o Vice todo trancado mal passava do meio, esperava uma roubada de bola para explorar as costas de Eduardo com Deivid. Porém, nosso domínio não se refletiu em chances de gol, cercamos a área,  ganhamos todas as segundas bolas, trocamos passes, viramos o jogo, mas não conseguíamos penetrar na área deles.

Pior, a partir dos 30, perdemos força e o Vice passou a ter tranquilidade para anular nossas jogadas. Numa roubada de bola no meio, Mendoza cercado por 3 foi facilmente dominado, surgiu o tão esperado lançamento para Deivid, mas ele chutou para fora. Respondemos na mesma moeda, numa bola disputada por Edigar Junio, a bola sobrou para o lento Renê Júnior que enfiou para Mendoza, mas nosso avante deixou a bola escapar e concluiu em cima do goleiro.

Em suma, tivemos a bola no primeiro tempo, mas fizemos o jogo que o Vice esperava e queria.

A etapa inicial começou com um erro de Eduardo num lançamento, criando uma chance de contrataque para eles. Na sequência, Eduardo tentou outro lançamento, mas este foi no pé de Zé Rafael que enfiou para EJ,  Walace cortou para trás e deu uma assistência para Mendoza que não desperdiçou, abrindo o placar para o Bahia.

Aí foi a vez do Bahia se trancar para explorar os contrataques, mas recuamos demais e começamos a perder a segunda bola e abusar de falta na entrada da nossa área. Criamos um único contrataque com EJ tocando para Mendoza que chutou por cima. Era hora de mexer, colocar Régis para aumentar a criatividade no meio e Matheus Sales para reforçar a marcação, mas Carpegiani inventou e colocou um terceiro zagueiro, era o que faltava para o Vice abafar o Bahia lá atrás. Criamos apenas um lance de ataque num chute de Eduardo que desviou exigindo grande defesa de Caíque.



Quando Carpegiani resolveu fazer o certo colocando Régis e MS, eles empataram. Balde de água fria da porra, 39 minutos, 3 zagueiros e 3 volantes dentro da área e a bola sobra livre para um adversário

Porém, aconteceu o que peço desde o post sobre o jogo com o Flamídia, o Vice se sentiu em casa, aí já sabe como é né, vão para frente, se sentem todo poderoso, mas deixam a retaguarda toda aberta. Régis penetrou costurando na zaga deles e tocou para EJ que chutou no contra-pé do goleiro, mas o chute foi fraco e o arqueiro botou para escanteio. Na cobrança, EJ apareceu livre (sabe como é né, eles estavam se sentindo em casa e já pensavam no próximo ataque), e botou para dentro, se redimindo do lance anterior.

Festa na Fonte, em Salvador e em toda a Bahia. No Caetê, novo point da torcida em Águas Claras, a vibração foi intensa.

Foram 7 BaVices no ano, ganhamos 2, empatamos 3 e perdemos 2, equilíbrio total. Para eles é mais um ano vendo a diferença de triunfos a nosso favor continuar.

Para encerrar, destaco a importância do triunfo, estamos a 8 pontos dos tão sonhados 46, estamos a 5 pontos da zona e empurramos o Vice para lá. Domingo perfeito, BORA BAHÊÊA MINHA PORRA.

Um comentário:

  1. Sr.Miguel, hoje como todos os tricolores esperavam veio um triunfo com um toque a mais de alegria. Pois num clássico assim a emoção vai a flor da pele, os BA-VIs são contagiantes. E se não tiver emoção, não é BA-VI ! Ah o vice deu deu trabalho, e tivemos um segundo tempo melhor que o primeiro, notei o Bahia meio recuado no primeiro tempo. Mas com o coração cheio de esperança esperava um placar favorável ao Bahêa. O coração não aguenta, rsrsrs! Tensão, empolgação,corações descompassados,e enfim o alivio do triunfo! Ganhar do vice é bom de mais!!! BBMP

    ResponderExcluir

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.