Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Para lavar a alma

Salvador, bairro da Liberdade, 5:30, dia claro. Para uns o dia está começando, para outros acabando, ou não

- Diga aí, Bahia. Que careca é esta toda brilhosa?

- Rapaz, ontem depois do baile do Bahia na Fonte, eu fui para um reggae no Farol. Fiquei com uma piriguete que tinha mais purpurina no corpo do que maquiagem na cara de Ana Maria.

- Tá virado. Quem pode, pode.

- Tou de folga do turno. Tenho de aproveitar agora, pois vou trampar no carnaval.

- Eu também fui ver a Lavagem da Fonte. Brocador botou para lá. Saí de alma lavada.

- Pois é, e neguinho criticando quando ele entrou. Ontem, ele não foi barril dobrado, foi triplicado.

- Acho ele fraco tecnicamente e caiu muito em termos físicos, mas se coloca bem e, se a bola chegar, bota para dentro.


- Lá ele!!! A goleada foi excelente para dar confiança à galera, sempre bom antes de comer Mamão, mas não gostei muito do time não, muita coisa ainda para melhorar.

- Também acho. A defesa continua dando mole, o gol dos caras foi no meio da nossa zaga.

- Num é. Acho que jogar com um volante de origem só deixa os zagueiros expostos. E os zagueiros do Bahia são lentos.

- Vinícius vem jogando bem, até brocou o dele ontem, a qualidade na saída de bola ficou bem melhor, mas precisa recompor mais rápido na marcação.

- O ataque no primeiro tempo não criou nada, era só girar de um lado para o outro e nada. Muito passe errado e escolha equivocada de jogada. Aquele gol que Kayke perdeu de forma bisonha, era para entrar de cabeça na bola.

- E Élber errando tudo. O cara tem velocidade, aparece o tempo todo, mas na hora de tirar o 10, faz uma cagada. Isto mata o time.

- Aquela tentativa de 3 dedos no primeiro tempo e a pegada de primeira no segundo foram de matar. Meu sobrinho de 3 anos faria melhor.

- Com ele no time, Edigar jogou de segundo 9, acabou criando pouco e se batendo com Kayke. Tem de abrir EJ e mandar Élber esquentar a bunda no banco.

- Porra, o time ganhou, e estamos aqui cornetando. Vamos falar de coisa boa.

- Tá certo, irmão. Gostei da entrega do time desde o início do jogo, a galera suou como a Nação quer e cobra. Mesmo goleando, continuou correndo atrás, se tivesse mais 2 minutos, saía mais gol.

- As laterais com Nino e Mena ficaram padrão Série A. A ultrapassagem pela esquerda começou a fluir, foram 2 gols assim, Broca se fez.

- É, mas na direita, nosso lateral continua solitário, ninguém aparece para fazer 1-2. Assim, não tem lateral que deixe o atacante na cara do gol.

- Mas, o time mostrou muita evolução no segundo tempo, com muita velocidade e com futebol vertical, sempre na direção do gol. Espero que jogue nesta pegada no La Mamoneira.

- Régis também entrou bem, aproveitou o espaço que eles deram e se criou.

- E a falta de Zé Rafael, botou com a mão, se tivesse dois goleiros, não pegavam.

- Espero que esta falta marque o retorno do bom futebol dele. E foi ela que abriu o caminho para o show.

- Vamos deixar o gordo trabalhar em paz que o time engrena. A corneta estava braba, atrapalhando a mente da turma.

- Falou, irmão. O busu chegou.

- Vai pela sombra. Vou bater um feijão e tomar a saideira na birosca curtindo minha baianidade nagô.

- Fui, papá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.