Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Que baba foi esse?

Vendo o jogo do Bahia ontem foi impossível não lembrar do bizarro sucesso de Jojô Todynho. Primeiro, porque não entendi porra nenhuma do time do Bahia, igual quando ouço a tal música. Segundo que o jogo foi tão ridículo como os atuais sucessos da decadente música brasileira.


O Bahia entrou com Gregore e Élton, mas durante os 90 minutos de jogo, não consegui descobrir se o Bahia estava no 4-2-3-1, com Gregore e Élton como volantes, ou no 4-1-4-1 com Gregore fazendo o papel de Vinícius. Pois, fomos apenas um amontoado em campo, um catado nos campos do Dique do Tororó tem mais entrosamento.

Só sei que mesmo com 2 volantes de origem no time, o Bahia continuou dando muito espaço na defesa. O gol do poderoso Atlântico não foi por acaso, durante o primeiro tempo, eles chegaram várias vezes pelos lados da nossa área e levaram perigo em diversos lances.


Vejam que três jogadores do Bahia cercam o jogador com a bola, mas ninguém pega o meia que passa livre e cruza para o gol deles. Nada diferente do que vimos contra o Náutico. Guto precisa urgentemente treinar o posicionamento da defesa e do meio na marcação.

O Bahia não criou nada durante os 90 minutos, praticamente achamos os dois gols. Régis e Alione, tão solicitados pelos torcedores no time titular, foram dois zeros a esquerda, nada fizeram, criaram, marcaram, simplesmente não apareceram em campo. Outro que não vi em campo foi João Pedro, não vi uma jogada de apoio deste lateral. Vou poupar kayke pois é difícil jogar num ataque que a bola não chega com qualidade, mas nosso 9 está devendo também.

Mesmo com um time alternativo não se justifica o péssimo futebol jogado pelo Bahia. O adversário era muito fraco, mesmo se o Bahia entrasse com o sub-20 teria de se impor, teria de controlar o jogo e criar várias chances de gol. Mas, não foi o que vimos, o que se viu foi um time apático, sem criatividade, sem raça, ou seja, um time sem alma, que nem de longe lembra o Bahia que queremos e precisamos ter para as finais do Baiano que estão chegando.

Honestamente, não sei se comemoro o salvador gol de Élton nos acréscimos ou se lamento, pois este triunfo pode mascarar o péssimo futebol apresentado pelo Bahia até o momento no Baianinho. É de fato preocupante a oscilação do Bahia, depois de um jogo sólido contra o Timbu, descemos a ladeira e fizemos uma das piores apresentações dos últimos tempos.

Agora é esperar e torcer para que jogadores chaves como Thiago, Régis, Alione e Édson voltem das férias e comecem a apresentar um futebol convincente. 

2 comentários:

  1. Esse foi meu sentimento.
    Ausência de esquema tático.
    Ausência de qualidade.
    Ausência de vontade de lutar.
    Jogamos no sistema 0-0-0. Claro que, assim, não metemos nem susto ao goleiro do poderoso Atlântico quanto medo...
    Torcer para melhorar.

    ResponderExcluir
  2. Miguel, quanto ao gol... foi falha exclusiva de zé rafael... ele abre o corredor para marcar um jogador que ja tinha 2 marcadores.. observe o lance desde o inicio.... Outra coisa, como vc consegue fazer análise tática do jogo se nem olhando pra TV vc estava? kkkk

    ResponderExcluir

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.