Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Sinal amarelo

Bem galera, eu não vi o jogo de hoje. Primeiro, tentei os links que transmitem os jogos na internet, mas entrava no clássico paulista, no mineiro, mas nada do jogo do tricolor. Recorri para os aplicativos dos rádios, mas com o rival dando um sacode, pouco passava o jogo do Bahia. Acabei acompanhando mesmo foi pelos comentários da galera tricolor no Zap. E, tenho de reconhecer o que li me deixou preocupado.



Era só "que jogo feio da porra"; "o Bahia não está jogando nada, véi"; "o Bahia não consegue criar uma jogada de ataque"; "cadê nosso meio"; "o Jacobina é feio demais, e o Bahia não faz nada". Em suma, só comentários negativos, mas realistas sobre a partida.

Entendo ser natural que os times grandes encontrem dificuldades contra os menores neste início de ano, Vasco e Flu estão eliminados na Taça Guanabara; e o Grêmio é vice lanterna no Gaúcho. Também vejo como natural um time que contratou 8 a 10 jogadores, vários para serem titulares, sempre para se entrosar; e é mais do que natural que o time oscile no início da temporada.

Porém,  sinal amarelo acendeu, pois não é natural, o time depois de 6 jogos não apresentar nenhuma evolução tática; está longe de ser natural, um treinador que conhece mais de 90% do elenco demorar tanto para encaixar os atletas na posição que se sentem mais confortáveis para desenvolver um bom futevol; também não vejo como natural que atletas novos e que acabaram o ano voando, demorem tanto para recuperar as condições físicas e principalmente a técnica; o que dizer da incapacidade do Bahia de concluir a gol contra o lanterna do fraco campeonato baiano, lógico que não é natural.

Pois é, muita água ainda vai rolar debaixo da ponte,  as águas de março ainda nem chegaram, mas o Bahia já está com a água ultrapassando o pescoço, como é que pode depois de 4 rodadas, ocupar apenas a vexatória sexta posição no Baianinho. Pior, para chegar com vantagens nas finais não basta apenas ganhar o clássico, temos de torcer por um tropeço do mamão
Que fase...

Enfim, chegou a hora de Belitani puxar a orelha da galera. Jogadores e comissão técnica precisam ser chamados a encarar a ridícula realidade que vivemos no momento e se empenharem ao extremo para mudar. Temos exatos 15 dias para arrumar o time para o BaVice, que Guto tenha sabedoria e os atletas o empenho necessário para a situação mudar radicalmente a partir do clássico.


3 comentários:

  1. Realmente Miguel. O técnico não tem padrão algum .o elenco não mostra entrosamento, e os resultados estão muito negativos.apesar de amar o esquadrão vejo que o time está muito aquém das expectativas...

    ResponderExcluir
  2. O que dizer?
    O problema não é empatar ou até perder para o lanterna. Mas o de jogar muito mal. Péssimo. Sem atitude tática nenhuma. Sem qualidade.
    Amarelo, mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Oportuna a colocação na tabela dos times da elite da série A nos estaduais, paralelo informativo, pena que campanha negativa dos rivais reflexo de um desempenho paupérrimo nos estaduais e pouco futebol de qualidade. Tricolor não foge da luta. #BBMP

    ResponderExcluir

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.