Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 22 de abril de 2018

Gostei do que vi

O Bahia fez uma grande partida, acima de minhas expectativas. No primeiro tempo, sufocou e não deu espaço ao Santos. No segundo, deu mais espaço, mas continuou pressionando e foi recompensado no final. O mais legal foi ver que o melhor em campo foi um garoto da base Marco Antônio, se redimindo da péssima atuação no jogo anterior, e que outro moleque da base, Brumado, foi autor do gol do triunfo, mostrando grande oportunismo e presença de área.


O Bahia começou o jogo elétrico, com menos de dois minutos MA deu o tom da partida com uma arrancada pela direita. Mas, o que paralisou o Santos foi a marcação avançada e sobre pressão que o Bahia usou até os 15 minutos do primeiro tempo, roubamos diversas bolas já no campo de ataque ou forçamos chutões que eram facilmente dominados por nossa defesa.

Ofensivamente, é necessário destacar a atuação de MA, começou pela direita infernizando a vida de Dodô, ex-Bahia, e depois veio para a esquerda azucrinar o lateral deles. Além das arrancadas em velocidade, o que mais gostei foi do apoio aos laterais, com ele do lado, cresceu muito o futebol de Nino e de Léo. Ao contrário de Zé Rafael que afunila quando o lateral aparece no ataque, MA abre pela ponta ou se apresenta para a tabela. Em suma, MA jogou demais ontem.

Gostei também da atuação de EJ, voltou a fazer o papel de pivô, o que ele faz de melhor quando joga na 9, ajeitando uma para ZR e outra para Vinícius, e foi muito buliçoso e participativo o jogo todo.

Defensivamente, no primeiro tempo, os destaques foram os volantes, não deixaram o adversário se criar. Já no segundo, deixaram mais espaço, mas Lucas e Thiago estavam firmes e seguraram bem a onda. Destaco que o gol de Élton contra o Vice não foi um acaso, ontem em várias jogadas ele apareceu na área.

Vi poucos pontos negativos, o principal foi o erro no último passe, em alguns faltou qualidade, em outros calma. Não gostei também da infantilidade de Lucas que puxou e jogou Gabigol no chão em um lance já morto no início da partida, um juiz maus rigoroso poderia até expulsar.

Ainda pelo lado negativo, entendo que as ssubstituições não causaram o efeito desejado por Guto, em especial Alione que entrou mais uma vez fora da sintonia do jogo. Mas, tudo foi salvo pelo faro de matador de Brumador que mostrou grande presença de área no gol.

Em suma, foi uma bela partida do Bahia, o gol no último lance do jogo foi para confirmar nossa mística, e que Deus compensa quem batalha por seus ideais. Que venha o Furacão e seus 600 passes por jogo, novamente a marcação avançada e sobre pressão poderá fazer a diferença. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.