Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 15 de abril de 2018

Para ficar esperto

O Bahia perdeu uma boa oportunidade de começar pontuando no campeonato, pois o Inter de hoje não é nem sombra do que já foi. Mas, vamos ser claros, não fizemos por onde conseguir nem um empate.



Infelizmente, o Bahia manteve a péssima tradição de perder para o Inter em Porto Alegre, mas o que mais me preocupa não é a derrota, mas a incapacidade que tivemos para criar jogadas de ataque, Lomba nem sujou o uniforme. Nosso jogadores estavam muito distantes um do outro, isto impossibilitou uma atuação pelo menos razoável.

Guto abandonou o 4-2-3-1 e armou o time no 4-4-2, a princípio não vejo problema na mudança de esquema, acho até positivo que o time jogue de acordo com o adversário, mas vi alguns problemas em campo. Primeiro, Vinícius foi o escolhido para fazer a linha de 2 com EJ, decididamente não é a dele, não tem velocidade para tanto. Com isto, fez um péssimo primeiro tempo, pouco tocou na bola.

Outro problema que vi foi defensivo, os meias deles passavam sem a bola pela primeira linha de 4 e recebiam livres a bola entre nosso meio e nossa zaga. Esta cena se repetiu várias vezes no primeiro tempo sem que Gregore - péssima partida, parece que sentiu a estreia na A- e Élton - partida razoável, pelo menos tentou chegar na frente - percebessem. Nossa sorte foi que os caras não estavam inspirados, e Thiago estava atento.

Outro problema foi a incapacidade de sair para o ataque quando recuperava a bola. Zé Rafael até que tentou e conseguiu sair com a bola em alguns poucos lances. Já pelo lado esquerdo, Marco Antônio - outro que parece ter sentido a estreia na A- foi nulo neste quesito. Léo ainda conseguiu ser esta válvula de escape, já Nino foi muito abaixo do que se esperava.

De tanto devolver a bola para o Inter na proximidade da sua área, o Bahia foi castigado. Não vou aqui defender Grolli, poderia ter se antecipado ao atacante, mas o principal culpado pelo gol foi Nino, primeiro porque deixou uma bola dominada escapar pela lateral, segundo por apenas observar, em conjunto com ZR e, se não me engano, Élton,  D'Alessandro avancar sem marcação, e por deixar o atacante cruzar para a área. A outra chance de gol do Inter também foi nas costas de Nino.

Guto percebeu o erro no esquema, trocou o nulo MA por Brumado e voltou o Bahia para o 4-2-3-1. Melhoramos, Vinícius começou a aparecer no jogo distribuindo a bola, mas pouco criamos. Por outro lado, o Inter aproveitou que o Bahia estava mais aberto e começou a chegar com perigo. Destaco que Gregore além de não marcar nada, ainda deu umas duas entregadas na entrada da área. Não demorou e numa tabela pelo alto, eles chegaram ao segundo. Falha total da nossa zaga, ninguém acompanhou Nico Lopez que recebeu livre e tocou bem na saíd7a de Douglas.

Nada fizemos para mudar o placar. Régis e Alione entraram nas vagas de Vinícius e ZR, mas não foram capazes de mudar o cenário da partida.

Para encerrar, entendo que tentar esfriar e levar o jogo na boa pode ser uma boa, mas precisamos ser mais ousados com a bola nos pés, nossos jogadores precisam se aproximar mais, não dá para ficar um na Barra e outro em Itapoã.

Enfim, Série A é isto, se não entrar ligado e atento vai tomar porrada mesmo. Agora é preparar o time para o jogo contra o rápido time do Santos para começarmos a pontuar no campeonato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.