Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 20 de maio de 2018

Deu a lógica

Perder para o Palmeiras lá é normal, até o corintiano mais roxo sabia que o Porco era favorito, mas o Bahia não precisava ter facilitado tanto como fez na primeira etapa da partida. E o grande culpado disto foi Guto Ferreira.


Explico, com os vetos de Élton e Edigar, Guto precisou mexer na equipe. No meio, ele entrou com Édson, até aí tudo bem, mas posicionou o cara como segundo volante, PQP, que invenção da porra. Até minha filha sabe que Édson não tem a menor condição de jogar ali, ele é volantão, estilo década de 70, é para ficar parado na frente da zaga, protegendo a zaga, tocando de lado e espanando a gorduchinha. Não tem a menor condição de sair com a bola, não tem técnica nem habilidade para isto. Aqui cabe um parênteses, se GF precisa improvisar Édson de segundo volante, que porra Nilton está fazendo no Bahia? Já passou da hora de pegar o boné e desocupar o banco.

Com esta armação completamente equivocada do nosso setor de proteção, a zaga ficou exposta, Everson ficou mais perdido que cego em tiroteio, e Nino abriu de vez a avenida. O coitado do Everson foi engolido por Borja, no primeiro gol, levou nas costas; no terceiro, parou no meio do caminho e deixou o colombiano solto para marcar. O segundo gol não foi culpa de Guto, mas do amadorismo da nossa defesa que viu de camarote a jogada ensaiada na cobrança de escanteio.

Para encerrar sobre a zaga, vai um aviso a quem analisa atuação de jogador por nota do Cartola e fica enchendo o saco dos caras. Nino, aquele que abriu a avenida e foi tratorado, ficou 6,5; Keno, o dono do trator que passou por cima da Av. Nino, tirou 2,5. Acho que nem preciso dizer mais nada, apenas o que já estou alertando há um tempo, Nino é fraco defensivamente, vamos ter muita dor de cabeça ainda.

Ofensivamente, Guto cometeu outro erro crasso. Colocou Vinícius avançado ao lado de Brumado. Juntou a lesma com a tartaruga para puxar contrataque. Mas, o efeito negativo foi menor, pois mesmo sem Vinícius aparecer, o Bahia criou boas chances e poderia ter feito 1 ou 2 gols. Na única jogada que Brumado e Vinícius se encontraram saiu uma boa jogada, mas o passe de Vinícius foi muito atrás para Zé Rafael que de puxeta jogou por cima da trave.

Após o atropelo da primeira etapa, Guto reposicionou Gregore para fazer o segundo volante pela direita, Édson para fazer o primeiro volante pelo meio, e Vinícius mais recuado pela esquerda, o time melhorou defensivamente e só foi levar sustos no final quando já estava indo para o desespero. Mas, aí Inês já estava morta e não tivemos força para reagir.

Mantenho meu otimismo, acho que ainda lutaremos pela primeira página da tabela. Apesar do péssimo resultado e dos problemas que listei acima, entendo que aconteceram algumas evoluções no jogo se ontem. O time foi mais corajoso e estava mais aceso, totalmente diferente do time medroso e apagado que vimos contra Sport e Inter. Criamos algumas chances e chegamos a colocar duas bolas na trave, o que é um ponto de evolução para quem não vinha criando nada fora de casa. Ontem, o sacode foi por culpa nossa, mas também por muito mérito do bom time palmeirense que soube aproveitar muito bem nossos erros e ganhou com facilidade e autoridade.

Agora, é fazer o balanço até quarta e partir para atropelar o Blooming e o Vasco. Sem mais para o momento, encerro a sessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.