Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

sexta-feira, 8 de junho de 2018

A situação tá russa

Bem galera, eu não vi o jogo contra o Paraná, preferi ir ao estádio ver o Fla x Flu, com a intenção de assistir outros times para ver se minhas convicções sobre o Bahia estão corretas ou não. E saí do estádio convencido que o maior culpado pelo que está acontecendo no Bahia é o seu presidente.


Explico, a diretoria do Bahia foi preguiçosa e irresponsável ao trazer Guto de volta. Preguiçosa porque não teve a capacidade por garimpar outros técnicos do mesmo nível de Guto, preferiu trazer aquele que já era conhecido e tinha feito um bom papel na passagem anterior. Mas, o pior de tudo foi a irresponsabilidade, pois trouxe um treinador que tinha a rejeição de 25% da torcida por questões táticas, o time era uma merda fora de casa, e se 50% pelo abandono do barco no meio da tempestade no ano anterior. Como 10% é indiferente, Guto contava com apoio de apenas uns 15% da torcida. Era claro que este cenário era insuportável, que uma hora o balde ia virar.

Da minha parte, eu estava entre os 25% que não gostavam da parte tática, mas confesso, sem nenhuma vergonha, que Guto me surpreendeu e mostrou uma evolução muito grande neste quesito. Se antes era um treinador de uma nota só, passou a ficar outras e montar o time com esquemas distintos.

O outro motivo que me convenceu sobre a responsabilidade da diretoria na nossa ridícula campanha foi ver a falta que substitutos a altura para Pedro e Marco Júnior fizeram ao Fluminense contra o Flamidia. Vi alguns jogos do Fluminense e fiquei impressionado com o forte esquema defensivo no 5-4-1 e com a velocidade e eficiência do contrataque dos caras. Mas, bastou perder Pedro e Marco Júnior que o forte esquema defensivo passou a ser uma mera e fraca retranca que não resistiu ao Paraná.

A história acima é similar a do Bahia. O time estava arrumado, jogando um futebol convincente e com viés de alta, mas aí vieram as contusões de Marco Antônio e Edigar Junio. Para o primeiro, Élber cresceu e supriu em parte sua ausência. Mas, para o segundo, não temos substituto a altura, resultado o futebol do time despencou. Nosso ataque ficou incapaz de segurar uma bola, com isto nossa defesa, pressionada o tempo todo, voltou a falhar e dar leite.

A responsabilidade por montar o elenco é da diretoria. E a nossa escolheu a tática de esperar abrir a janela para isto. Espero que estejam certos e que sejam felizes no reforço do elenco.

No mais, vi a pressão que o Flamengo, empurrado por 57 mil "torcedores" fez no Fluminense ontem. Isto só reforçou minha certeza que Guto não errou no jogo do Maracanã e que sua demissão foi mais um erro de Harry Belitani.

Para encerrar, a campanha é fraca e preocupante, mas ainda não há motivo de desespero. Já vi o Bahia ser o melhor time do Brasil antes da parada para as eliminatórias da copa de 86 e depois se tornar uma baba. Agora, tenho plena certeza que a parada da Copa mudará todo o perfil do campeonato, por isto mantenho a confiança que o Bahia brigará pela primeira página, pois quem tem um bando de apaixonados como nós, jamais caminhará sozinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.