Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

segunda-feira, 23 de julho de 2018

O entregador de camisa deu um nó no super técnico

Li muito durante a semana que o time do "entregador de camisas" ia sofrer na mão do time de Mancini, uma espécie de super-técnico para alguns tricolores. Mas, não foi isto que se viu. O que aconteceu foi exatamente o contrário, o Bahia atropelou, literalmente falando, as galinhas. O Super Homem esmagou o Mamão. E mostrou quem manda na Bahia. Golear o Vice é bom demais, e golear com direito a OLÉ é puro êxtase.

O jogo começou com mais uma braga de Thiago, mas Anderson, aquele goleiro que não defende uma bola segundo parte da nossa torcida, salvou o time numa saída arrojada. Depois disto, só seu Bahia. Vinícius, jogando na sua real posição como meia de ligação, comandava a bela atuação tricolor com passes rápidos e precisas viradas de bola.  Com a entrada de Gilberto, os dois jogadores mais adiantados ficam sendo ele e Edigar, com isto Vinícius joga mais atrás, o que é bastante benéfico para seu futebol. Antes do gol, o próprio Vinícius já tinha desperdiçado uma chance clara e dado trabalho numa cobrança de falta.


Léo e Zé Rafael infernizavam o lateral do Vice. E foi exatamente por aí que saiu o gol. Léo fez uma jogadaça, passou no meio de 4 vicentinos e tocou para ZR que no capricho meteu (lá ele) pelo alto e balançou as redes das galinhas. Golaço, gol de quem sabe. Gol para calar a boca de muita gente.

O Bahia continuava soberano. Enderson inverteu ZR e Edigar de lado. Bruno começou a aparecer pela direita. Assim, o segundo era questão de tempo. E veio num pênalti sofrido por ZR e convertido por Vinícius. Atrás, nossos volantes, até que enfim, faziam uma partida soberba e anulavam o meio campo das galinhas. Quem viu Neílton pegar na bola comenta aí.

No segundo tempo, o Bahia optou por dar a bola para eles e aguardar atrás. Nosso sistema defensivo continuava sobrando na partida. Bruno mostrou que vai ser difícil Nino retomar a titularidade. Na única chance deles, Anderson, o que não pega nada, fez uma linda defesa num chute no canto.

Como o Vice pouco ameaçava, o Bahia resolveu voltar a jogar para frente e em dois minutos decretou a goleada. Primeiro com Thiago que fez um gol de 9. E depois com Gilberto mostrando que agora temos um 9 confiável. Destaco no gol de Gilberto o belo lançamento de Vinícius para ZR, na minha opinião, os melhores do Bahia no jogo ao lado de Anderson que fez três defesas decisivas.

Bem, enfim Enderson começa a dar uma cara de time ao Bahia. O jogo contra a Chapecoense já tinha demonstrado claras evoluções em relação aos demais. O meio-campo que é a alma do time começa a mostrar um futebol coletivo mais sólido, com isto começa aparecer as individualidades, fomos o que vimos ontem com Vinícius e Zé Rafael. O esquema de Enderson anulou o esquema do fujão que desesperado por nada poder fazer, cavou a própria expulsão e foi embora abandonando os comandados no meio do OLÉ tricolor. Mais um vexame do Comandante da Fuga das Galinhas.

Mas, não podermos nos empolgar, precisamos ainda reforçar o elenco em algumas posições (vejam: http://www.sobahea.net/2018/07/a-vida-continua.html). No mais, estamos em 13º e entramos na briga pela vaga na Sula 2019, entendo ser este o maior objetivo do Bahia no campeonato, porém mantendo a pegada e a movimentação de ontem sonhos maiores poderão ser alcançados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.