Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quinta-feira, 28 de março de 2019

O fator El



Não há dúvidas, Gilberto e Fernandão são os dois artilheiros e merecidamente as grandes estrelas do elenco tricolor; Ramires é a grande esperança de se tornar um grande jogador e ajudar muito nas receitas do clube; Shaylon é o mais habilidoso; Arthur é o formiguinha que inferniza qualquer defesa; Gregore é nosso pitbull;  e Lucas é nosso xerife. Porém, hoje eu quero destacar dois eternos criticados pela torcida tricolor, Elton e Élber.


Longe de serem dois virtuosos da bola, para os dois a palavra é sempre transpiração, quase nunca inspiração. Tecnicamente, são jogadores que erram fundamentos básicos, em especial o passe. Élber ainda acrescenta os erros nas conclusões a gol e na tomada de decisão. Mas, taticamente, são dois monstros. Cada um no seu espaço de campo cumpre papel fundamental para a atuação da equipe.

Elton é aquele volante que pouco aparece para torcida. Mas, é onipresente em campo. Quando o Bahia está com a posse da bola, ele ajuda na saída do jogo, o que diminuiu em muito os inúteis lançamentos dos zagueiros; chega na frente, se oferecendo para a tabela e a troca de passes com o meia e atacantes; entra na área para ser um elemento surpresa, já fez até gol de título; e sobretudo dá volume de jogo à equipe. Quando estamos sem a bola, ele não pensa duas vezes em matar a jogada, seja roubando a bola ou cometendo falta, o que impede que o time adversário tenha oportunidades de puxar contrataque contra o Bahia; e mesmo não sendo um exímio marcador, fecha muito bem o espaço sob as responsabilidade. O lance do primeiro gol de ontem demonstra bem a utilidade dele, muita briga no meio e bola tocada em profundidade para Élber. Em meu entendimento, é titular de forma merecida desde sua chegada no Bahia.



Já Élber, é o que tradicionalmente chamamos de p... tonta. Erra lances inacreditáveis, mas sempre está presente, seja na defesa ou no ataque. Élber é um jogador com sérios problemas de fundamento, apresenta uma dificuldade extrema para cruzar ou concluir a gol com a bola rolando, por isto entendo e muito a ira da torcida com ele, quem nunca soltou um “Élber é burro demais. Não pode jogar no Bahia”? Contudo, por outro lado, é um jogador que sempre dá a cara para bater, ajuda muito na marcação e é uma válvula de escape na velocidade pelos lados. Copiando a frase que vi num grupo de zap, peço desculpas ao autor por não me lembrar, “qual lateral não queria um Élber ao seu lado?”. O lance do primeiro gol de ontem é a cara dele, muita correria e um cruzamento com pouca técnica, mas que encontrou seu destino, o pé de Fernandão.



Claro que os adversários enfrentados nos últimos jogos são fracos, mas coincidentemente ou não, com o retorno de Elton foram 4 jogos, 13 gols feitos e nenhum tomado. Sendo que Élber foi titular em três destes. São craques? Não; são a solução para nossos problemas na A? Não; serão os craques do time? Não; são os jogadores dos sonhos da torcida? Claro que não. Contudo, são dois jogadores que já mostraram na A em 2018 e estão mostrando nos últimos jogos que merecem espaço no time e que serão muito útil na nossa caminhada para os títulos baiano e do Nordeste, e para mais uma campanha digna na A lutando pela primeira página da tabela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.