Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Vale a pena insistir com Roger?

Este é o tipo de texto que não costumo fazer enquanto o campeonato está em andamento. Mas, sendo bem sincero, depois do jogo de ontem, acho que o campeonato já acabou para o Bahia há tempos.



Vou ser bem direto na resposta à pergunta do título deste texto. Acho que já deu para Roger, entendo que ele deveria procurar novos ares e o Bahia um novo treinador. Com quase quarenta anos acompanhando este clube, entendo um poucos seu torcedor, e sei que Roger, mesmo ainda tendo o apoio da maioria, termina o ano em débito com grande parte da torcida. Com isto, a paciência com ele em 2020 será mínima. Arrisco a dizer que, caso ele permaneça, não sobrevive ao primeiro quadrimestre do ano. Vai montar o elenco, para outro dirigir no brasileirão.



Acho que Roger foi muito inteligente quando saiu do 4-2-3-1 para o 4-3-2-1, o time ganhou consistência defensiva e não perdeu em intensidade ofensiva, pois saía muito bem em velocidade pelos lados. A saída de Douglas e a contusão de Élton, injustamente criticado pela torcida, deixaram este esquema capenga, pois Ronaldo e Flávio não foram capazes de suprir as ausências, deixaram a desejar na parte defensiva e, principalmente, na ofensiva. Flávio ainda fez boas partidas individualmente, mas insuficiente para dar uma constância ao time.

Independentemente de jogar com um meia ou com mais um volante, o time de Roger dependia basicamente da saída em velocidade com Arthur e Élber. Aqui tem alguns problemas. Primeiro, os adversários manjaram nossa jogada e reforçaram a marcação dos lados, parando nosso contrataque. Segundo, inexplicavelmente, os dois pararam de alternar de lado durante o jogo, facilitando para a defesa adversária. Mas o principal é que além dos dois, só MA, Roger insistiu em não usar, é capaz de recompor na defesa e sair em velocidade.

Lucca e AK nunca fizeram e jamais farão o trabalho que os titulares fazem, não é a característica deles, não possuem estilo de jogo e, muito menos, velocidade para isto.

Entendo que Roger tinha matéria prima em suas mãos para tentar outras formas de jogar, mas ele insistiu desde que chegou com dois pontas abertos, não tendo peça de reposição para isto.

AK e Lucca seriam melhores aproveitados num 4-4-2 mais clássico, com os dois caras da frente jogando mais próximos e sem necessidade de voltar. Para ficar em AK, pois se mostrou bem mais útil, o estilo dele lembra muito EJ, são pontas que fecham o tempo todo para fazer o segundo 9, se ficam voltando, não conseguem fazer isto como se deve. EJ também sofreu um tempo no esquema de Guto. Não são jogadores para jogar num 4-3-3, abertos pelas pontas, são mais para um 4-4-2.

Tem também a questão de gerenciamento do elenco. Ele rodou mal os jogadores quando os jogos eram espaçados, fazia sempre as mesmas alterações, a de Fernandão no lugar de Gilberto foi feita a exaustão, poucas vezes tinha necessidade e deu resultado. Com isto, vários jogadores estouraram, pois a intensidade do jogo era alta e ele nunca substituiu LF, Nino, Gregore e outros que precisavam ser poupados. Não por acaso, várias peças caíram de rendimento na fase final do campeonato.

Muito se questiona se este elenco teria capacidade para furar retrancas. Entendo que sim. Movimentação constante, compactação e velocidade no ataque podem ajudar nisto, mas o Bahia se tornou um time estático e com um km de distância entre os jogadores. O Bahia que jogou contra Botafogo e Furacão no início do segundo turno foi um tormento para o adversário, aquele era para ser o time do restante do campeonato. Muita velocidade com a bola nos pés e muita marcação sem ela.

Nem quero especular sobre a gestão pessoal do elenco, pois não tenho argumentos sólidos para isto. Mas, muito me estranharam as entrevistas pedindo confiança ao time. Ele era o comandante, virá está chave era função dele.

Por fim, tenho muita desconfiança se Roger e este grupo atual voltarão a dar liga. Na minha opinião, se permanecer com Roger, a mudança no elenco tem de ser mais profunda. Vamos ver o que nos espera na temporada de contratações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.