Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 30 de agosto de 2020

O tabives ainda permanece

Vamos inverter a ordem natural das coisas e começar pelo fim. Ano passado, assisti a explicação de GB sobre a demissão de Ederson Moreira, para GB foi a decisão mais difícil que ele tinha tomado à frente do Bahia, mas que foi preciso porque Ederson, que tinha previsto ainda em janeiro sua demissão em final de março, estava entregando os pontos e por isto não teria mais condições de ser o comandante da equipe. Veio Roger, campeão baiano, eliminou o São Paulo e fez disputa dura com o Grêmio na CB, excelente campanha no primeiro turno e péssima no segundo da A, e é o que estamos vendo aí hoje. 


Pois bem, após a declaração de Roger na entrevista após o final do jogo de ontem, na qual afirmou que só pensa no jogo do momento, pois não sabe se continuará no clube, pergunto se ele ainda tem condições emocionais e de liderança de continuar comandando o clube? Respondo, não. Os jogadores vão começar a servir café frio para Roger, o que já não era bom, pode piorar, simples assim.


Agora falando do jogo. Ontem, Roger foi muito bem na escalação e postura inicial do jogo. O Palmeiras não é um time que valoriza a posse da bola, logo não precisávamos de 2 volantes de força atuando juntos. A entrada de Daniel deu mais movimentação, qualidade de toque e volume de jogo ao time. E Daniel, enquanto teve perna, se movimentou muito e fez muito bem seu papel, lembro de dois lances pela direita no final do primeiro tempo que ele deixou os colegas em boa posição de arremate.



A outra modificação fundamental de Roger foi a movimentação de Élber. Ao contrário de ficar estático na ponta esquerda, Élber flutuou por todo o campo ofensivo, não raro estava pelo meio ou até pela ponta direita. Isto confundiu a marcação adversária e muitas vezes Élber aparecia livre já que não era acompanhado pelo lateral adversário. Reparem que no lance do gol anulado, Élber estava pela direita do campo, muito próximo de Rodriguinho e Rossi, o que propiciou a melhor jogada do Bahia na partida. Eu que sou muito crítico de Roger, reconheço que ele ao sair da caixinha do 4-2-3-1 com os jogadores fixos em seus postos, foi muito bem.


Quanto à entrada de Lucas e Juninho  Capixaba, não vejo grandes ganhos ou perdas em relação à Ernando e Zeca. Ademais, no pós pandemia fica difícil saber se a troca de alguns jogadores foi por opção técnica ou necessidade física. Para exemplificar, ontem o Botafogo entrou sem Honda, o que é impensado tecnicamente falando.


Para mim, o ponto fraco do time ontem foi o lado direito. Ofensivamente até chegamos algumas vezes por ali, lembro de 3 boas jogadas, mas ainda acho pouco, mas neste quesito foi melhor que o esquerdo que nada criou. Complicado mesmo foi na parte defensiva, Nino foi uma avenida, em especial no segundo tempo após as modificações do Palmeiras, contei pelo menos umas 4 bolas enfiadas (lá ele) nas costas dele. Ali precisava também uma intervenção do treinador para fechar a casinha.


Outro lado negativo do time é a parte física. Se percebe claramente que falta força e arranque para alguns jogadores em alguns lances. Sem dizer que em todos os jogos, nossos principais jogadores e referências técnicas da equipe precisam ser substituídos por estarem extenuados, em outras palavras, mortos em campo. 


Por fim, a sensação que tenho é que os reservas do Bahia não treinam com os titulares e nem assistem às palestras. Depois que Roger mexe no time, perdemos totalmente o espírito coletivo, passa a ser cada um por si, viramos, com todo respeito, um time de baba, correndo atrás e com a bola. Ainda bem que ontem Everson deu sua contribuição e Marco Antônio foi muito esperto e aproveitou bem. Por falar em goleiro, Anderson foi muito bem nos lances que foi exigido ontem, que continue assim.


O próximo desafio é o Flamengo, time com características totalmente distintas das do Palmeiras. E perdemos algumas peças importantes na marcação. Vamos ver qual surpresa o sem futuro Roger vai nos apresentar.


Só uma observação final, com o jogo de ontem, completamos 32 anos sem ganhar do Palmeiras em SSA. Incômodo tabives.


BBMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.