Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 15 de novembro de 2020

Colé a sua, Bahêa?

Chegamos ao tão esperado G10, enfim estamos na briga que cabe ao Bahia na situação atual do futebol nacional. A dúvida que fica é se teremos futebol e elenco para continuar nesta disputa ou se voltaremos para ingrata luta pela sobrevivência na A. Há quem ache que ao Bahia só cabe não cair e mais nada neste campeonato. Por outro lado, tem que pense que não saíremos mais da primeira página. E ainda tem os mais otimistas que entendem que o alvo é o G6.  Entendo que existem motivos para crer nos dois primeiros grupos, mas não vejo como crível a luta pelo G6.


Alguns motivos me levam a acreditar que permanecemos na primeira página e terminaremos na nossa melhor posição na história dos pontos corridos.  Entre esses motivos estão:


1- voltamos a ser fortes em casa - já são 5 triunfos consecutivos em nossos domínios. Além de aumentar a confiança dos nossos jogadores, esta sequência deixa os adversários assustados e cabreiros quando nos enfrentam em nossos domínios.


2- Mano e elenco começam a se entender - está evidente que Mano conhece cada vez mais as características dos atletas que tem em mãos, o que o levará a explorar o melhor de cada um deles. Por sua vez, os atletas parecem entender cada vez mais o que Mano espera de cada um, o que aumentará o rendimento coletivo e consequentemente individual de cada um. O que também diminuirá a oscilação da equipe quando houver desfalques, como exemplo pouco sentimos as ausências dos 2 volantes titulares no último jogo, os reservas deram conta, pois sabiam muito bem seu papel em campo.



3- O astral é outro - sinto o time mais vibrante e ligado nos jogos, com os atletas conversando mais, apoiando e cobrando os companheiros. Vi um vídeo de Rossi comemorando o gol pulando nas costas de Mano, isto para mim é uma prova cabal que o ambiente interno deu uma guinada. Uma excelente notícia, pois sempre acreditei que havia problemas internos.


4- o esquema reativo começa a funcionar - com o time atuando de forma mais reativa está evidente que nossa defesa melhorou seu desempenho e passamos a tomar menos gols. Mais protegidos pelos volantes, nossos zagueiros estão menos expostos ao 1 contra 1 e estão chegando mais inteiros nas bolas, com isto os erros e vacilos diminuíram. Nossos laterais, bem apoiados pelos atacantes de lado, estão dando menos espaço aos pontas adversários, até Nino fechou a avenida, espero que para sempre. Pelo lado ofensivo, o time tem aproveitado bem o espaço dados pelos adversários quando estamos à frente no placar, e o trio Daniel, Fessin e Élber, a quem critiquei recentemete, tem criado boas oportunidades de gols, os jogos contra Melgar e Fortaleza são exemplos do que falo.


Por outro lado, acho que a galera que pensa que nossa briga é contra o rebaixamento também tem seus motivos, entre eles:


1- continuam as carências no elenco - se em algumas posições o Bahia está bem servido, pelo menos em quantidade, em outros não temos nem suplentes, destaco as laterais, onde só temos Zeca como suplente, com todo respeito a Ernando e Édson, não os considero como opções para a lateral direita. Destaco também a 9, gosto de Saldanha e acho que ele pode ter futuro, mas nunca foi tão válida a máxima separar os homens dos meninos, é assim que vejo Saldanha enfrentando os experientes zagueiros da A, ainda não dá para ele, simples assim. Nem preciso descrever o que acontecerá se perdermos algum dos titulares destas posições citadas.


2- estamos criando pouco - Daniel tem se matado em campo, o sacana está em todo canto e sempre com qualidade, mas isto tem sido insuficiente para que o Bahia crie oportunidades de gols quando o jogo está 0x0. É imprescindível que Gregore e Elias apareçam mais para ajudar Daniel na armação das jogadas. Fessin e Élber precisam sair mais das pontas e se aproximarem mais de Daniel e Gilberto para buscar a tabela. Com o espaço aberto dos lados, nossos laterais precisam passar mais. Em suma, o time precisa se movimentar e aproximar mais para melhorar nosso poder de criação.


3- instabilidade fora de casa - na verdade, nem somos instáveis, pois não alternamos ainda entre triunfos e derrotas, na verdade somos regulares na derrota. Se não melhorar nosso desempenho fora, podemos viver uma gangorra no restante do campeonato.


Em suma, existem motivos para crer na luta pela primeira página, mas também fortes razões para crer que a 16 posição é um título em 2020. Como sempre disse aqui, mesmo nos piores momentos do campeonato, acredito que nossa briga é pelo G10.


Para encerrar, não acredito que Mano vá usar de forma rotineira Daniel e Rodriguinho juntos, isto só acontecerá em momentos isolados. Até entendo as razões dele, pois para os dois atuarem juntos, o Bahia precisa rever sua forma de jogar radicalmente.


Agora é ganhar do Coxa, o que não acontece desde 85 lá em Curitiba, se afastar da segunda página da tabela e começar a aparecer no retrovisor do G8. BBMP SEMPRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.