Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

quarta-feira, 26 de maio de 2021

É chão, viu menino!!!

Meu amor e o pouco que conheço de futebol devo a meu pai, ele que me levava ao Lomantão para ver os jogos do Conquista e Serrano; no tempo que morou no Ceará, o Castelão era nossa segunda casa; e não tem como esquecer que foi ele que me levou na Fonte no histórico 5x0 sobre o Santa Cruz, quando floresceu de vez esta paixão que nutro pelo Bahia. Infelizmente, ele se foi no domingo 16/5, exatamente um mês antes de completar 76 anos. Perdi um amigo, um companheiro de estádio e um professor na vida e no futebol.

domingo, 9 de maio de 2021

O MAIOR DO NORDESTE VOLTOU: Ceará 1 x 2 Bahia

Em 1959, o Bahia venceu o Santos de Pelé na terceira partida, em pleno Maracanã, e se sagrou o primeiro campeão nacional, antes tínhamos eliminados, também em três partidas, o Ceará e o Vasco. Na década de 70, o esquadrão composto por Sapatão, Baiaco, Douglas Fito, Jesum e Beijoca, dentre outros, ganhou nove em 10 campeonatos baianos, com direito a um hepta. Em 81, perdemos de 4x0 para o Santa de Dadá no jogo do turno, no returno era preciso ganhar de 5x0, e o Bahia comandado por Léo Oliveira e com uma atuação de gala do gênio Gílson Gênio fez os 5x0 que precisava. Em 88, enfrentamos na semi e final do Brasileiro dois times que tinham nos imposto duas sapecadas por 3x0, empatamos fora e ganhamos em casa, nos tornando campeões brasileiros. Em 94, Raudinei fez valer a mística tricolor e marcou aos 46 do segundo tempo do clássico, nos dando o bicampeonato estadual.