Marca SóBahêa

Marca SóBahêa

domingo, 3 de outubro de 2021

O Bahia já caiu?

Sim, caiu na expectativa da sua torcida que antes entrava de olho na primeira página da tabela e desde o ano passado se contenta em não cair.

Sim, caiu na esperança de seu torcedor em ver um time aguerrido e com um futebol consistente e efetivo. Desde o segundo turno de 2019, o que temos é um elenco que insiste em fazer partidas apagadas e apenas em raros momentos entrega um futebol que honra nossa história.

Sim, caiu na confiança do mercado de futebol, já que passou de um clube que honrava seus compromissos em dia para um que atrasa salários e direitos de imagem.

Sim, caiu no conceito de boa parte da sua torcida e simpatizantes por ter abandonado o marketing baseado nas ações afirmativas tão importante para parte expressiva da sua torcida.

Sim, caiu porque o negativismo tomou conta de boa parte da sua outrora vibrante e esperançosa torcida que parece cada vez mais distante do clube.

Sim, caiu porque sua direção que se mostrava tão atuante e efetiva nos momentos de bonança, tem se mostrado incapaz de tirar o clube e o time deste momento ruim que se agravou com a crise causada pela pandemia.

Sim, caiu porque viu sua receita despencar com a pandemia e com a perda de socios, e não está sendo capaz de arrumar novas fontes para compensar as perdas.

Sim, caiu porque ano após ano, comete erros crassos na formação do elenco, tendo de manter jogadores que drenam o caixa do clube, mas nada rendem em campo.

Sim, caiu porque a política da base priorizando o sub 23 tem se mostrado inadequada, pois não revela ninguém e vemos nosso sub 20 amargar a lanterna do Brasileiro da categoria.

Sim, caiu porque é incapaz de formar um sistema defensivo minimamente confiável e vem ano após ano ficando entre os piores do Brasil.

Sim, caiu porque a marca própria de camisa, uma excelente sacada, tem como fornecedora uma empresa que não consegue dar conta do recado.


Não, faltam 16 jogos, 48 pontos em disputa e o Bahia tem time para conquitar os pontos suficientes para fugir da degola.

Não, porque a história mostra que nosso clube cresce nos momentos decisivos e se supera quando ninguém espera nada dele.

Não, porque tem no elenco jogadores capazes de decidir partidas em lances individuais.

Não, porque tem um direção que se preocupa mais em servir o Bahia do que se servir do Bahia.

Não, porque temos uma infraestrutura que dá todas as condições para os profissionais atingirem seu máximo.

Não, porque outros times também tropeçarão e podem se complicar sozinhos.

Não, porque nosso elenco, mesmo com claras deficiências, é melhor do que vários que estão na parte baixa da tabela.

Não, porque a Nação voltará à Fonte Nova e levará o time a triunfos inesperados com sua vibração.

Não, porque o Bahia só depende dele e tem confronto direto com todos os concorrentes diretos, sendo algumas dessas partidas ao lado da nossa torcida.

Bem, na minha opinião, existem n+1 motivos para acreditar que o Bahia vai cair para a B, mas também existem vários motivos que me levam a crer que ficaremos na A em 2022, por isto não consigo compreender que tipo de torcida nos tornamos para decretar com 48 pontos em disputa que o time já caiu, em outras épocas, a Nação se uniria para tentar tirar o time do buraco, mas a impressão que tenho ao ler algumas mensagens é que parte da torcida tem o prazer sadomasoquista se empurrar mais ainda o time para dentro do buraco.

Falando um pouco de futebol, desde o jogo do Santos que escrevo aqui que o 4-2-4 seria um esquema arriscado, no qual o Bahia teria dificuldades em manter a posse de bola, mas esta não é a preocupação de Dabove que prefere um time vertical. Gostemos ou não, eu não gosto, o Bahia será no restante da temporada o time que vimos contra o Braga, muita ligação direta e verticalidade, quando der certo, poderemos repetir belos triunfos como o 4x2 no Fortaleza, mas deixar a bola com o adversário, somado à fragilidade da nossa defesa, pode resultar em derrotas como a última para o Inter, onde o jogo parecia equilibrado, mas em duas bragas da defesa, a vaca foi para o brejo.

A impressão que me passa é que Dabove ainda está conhecendo o elenco, só isto explica as alterações constantes no time titular e sobretudo as substituições que faz durante as partidas.

Por fim, como torcedor que sou, me resta apoiar e crer sempre que melhores dias virão e o Bahia ocupará seu lugar de direito na tabela final da A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezados leitores, todos os comentários são bem vindos e enriquecerão as discussões. Entretanto, solicito moderação, evitando termos agressivos e acusações sobre jogadores, comissão técnica e direção do Esquadrão.
Solicito também respeito aos demais leitores, não sendo permitido postar xingamentos.
Os comentários que não atenderem as recomendações acima não serão aprovados.